Please use this identifier to cite or link to this item: https://repository.ufrpe.br/handle/123456789/3929
Title: Desindustrialização brasileira entre 1998 a 2018: uma análise empírica.
Authors: Souza, Rafael Lima de
metadata.dc.contributor.advisor: Oliveira, Isabel Cristina Pereira de
metadata.dc.contributor.advisorLattes: http://lattes.cnpq.br/4745142041015422
metadata.dc.contributor.advisor-co: Souto, Keynis Cândido de
metadata.dc.contributor.advisor-coLattes: http://lattes.cnpq.br/0393274407907348
Keywords: Desindustrialização;Econometria
Issue Date: 17-Dec-2021
Citation: Souza, Rafael Lima de. Desindustrialização brasileira entre 1998 a 2018: uma análise empírica. 2021. 60 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Econômicas) - Departamento de Economia, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2021.
Abstract: Deindustrialization is one of the stages of a nation’s economic development progress, that is, by reaching a specific level of per capita income and economic maturity that includes good productivity and reasonable infrastructure, the deindustrialization has positive aspects. However, when deindustrialization occurs before these events, it will have negative effects on the country’s economy. Deindustrialization has an assertive effect on the industrial sector, with industrial employment, industrial product and the income-elasticity of demand for industrial products being elements that can demonstrate such a process, in addition to the income-elasticity of demand for services. The research seeks to analyze factors that may evidence a deindustrialization process in Brazil from 1998 to 2018. In this research, evidences of deindustrialization were analyzed through econometric models, observing industrial employment, industrial product and income-elasticity of demand for industrial products and services. The conclusion is that even with shocks in the analyzed time series, there is no evidence of deindustrialization between 1998 and 2018.
Description: A desindustrialização é um dos estágios do progresso de desenvolvimento econômico de uma nação, isto é, ao atingir um específico nível de renda per capita e maturidade econômica que inclui boa produtividade e infraestrutura razoável; a desindustrialização tem aspectos positivos. Entretanto, quando a desindustrialização ocorre antes desses eventos ela terá efeitos negativos para economia do país. A desindustrialização incide de modo assertivo no setor industrial, sendo o emprego industrial, a produto industrial e a elasticidade-renda da demanda por produtos industriais elementos que podem evidenciar tal processo, além da elasticidaderenda da demanda por serviços. O trabalho busca analisar fatores que possam evidenciar um processo desindustrialização no Brasil no período de 1998 a 2018. Neste trabalho foram analisados por meio de modelos econométricos indícios de desindustrialização observando o emprego industrial, produto industrial e elasticidade-renda da demanda por produtos industriais e serviços. A conclusão é que mesmo havendo choques nas séries temporais analisadas, não há evidências de desindustrialização entre 1998 a 2018.
URI: https://repository.ufrpe.br/handle/123456789/3929
Appears in Collections:TCC - Bacharelado em Ciências Econômicas (Sede)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tcc_rafaellimadesouza.pdf2,09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.