Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/2432
Title: Prospecção química e avaliação da atividade antimicrobiana do extrato etanólico das folhas de schinopsis brasiliensis engl.
Authors: Pereira, Paulo Sérgio da Silva
metadata.dc.contributor.authorLattes: http://lattes.cnpq.br/7936364947867276
metadata.dc.contributor.advisor: Souza, Carlos André de
metadata.dc.contributor.advisorLattes: http://lattes.cnpq.br/2774801228288889
Keywords: Schinopsis brasiliensis;Plantas medicinais;Compostos bioativos
Issue Date: 2019
Citation: PEREIRA, Paulo Sérgio da Silva. Prospecção química e avaliação da atividade antimicrobiana do extrato etanólico das folhas de schinopsis brasiliensis engl.. 2019. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Química) – Unidade Acadêmica de Serra Talhada, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Serra Talhada, 2019.
Abstract: The discovery of antibiotics was a milestone for protection against serious diseases, but with the indiscriminate use of these drugs there were mutations in some microorganisms, which developed some resistance to some known drugs, due to this it was necessary to search for biomolecules from some organisms such as plants, that have important molecular diversity that can contribute to the resolution of this problem, becoming crucial for the development of new drugs. The objective of this work was to analyze some chemical constituents of Schinopsis brasiliensis Engl. (Baraúna), found in the Mata da Pimenteira State Park located in the municipality of Serra Talhada Pernambuco, verifying its antimicrobial potential. For this purpose, some methodologies were used in the literature to perform qualitative phytochemical tests, quantification of total polyphenols, high performance liquid chromatography and multipole agar test to verify and quantify the antimicrobial capacity of the crude ethanolic extract (EEB) of Baraúna, gallic acid , antibiotic (amoxicillin), and a mixture of antibiotic and EEB from barauna. The following phytochemical qualitative tests were identified: tannins, phenols, flavonols, flavonones, flavonoids, flavones, xanthones and alkaloids. 571 μg / mL of total polyphenols were obtained, the presence of gallic acid and possible identification of vanillin and caffeic acid were revealed in HPLC. Microbiological tests of BSE of barauna and amoxicillin in a mixture showed minimal inhibition concentration against all icroorganisms tested as: Klebsiella pneumoniae (1600 μg / mL), Bacillus subtillis (800 μg / mL), Samonella sp. and Escherichia coli (1600 μg / ml). It is possible to conclude the presence of gallic acid as a major component in addition to other classes of secondary metabolites. It was possible to prove that the best synergistic activity (extract + antibiotic) was for Bacillus subtillis.
Description: A descoberta dos antibióticos foi um marco para a proteção contra doenças graves, porém com o uso indiscriminado destes medicamentos houve mutações em alguns microrganismos, que desenvolveram certa resistência a alguns medicamentos conhecidos. devido a isso foi necessária a busca por biomoléculas, provenientes de alguns organismos como as plantas, que possuem uma diversidade molecular importante que pode contribuir para a resolução desse problema, tornando-se crucial para o desenvolvimento de novos fármacos. O objetivo deste trabalho foi analisar alguns constituintes químicos das folhas de Schinopsis brasiliensis Engl. (Baraúna), encontrada no Parque Estadual Mata da Pimenteira localizado no município de Serra Talhada Pernambuco, verificando o seu potencial antimicrobiano. Para isso foi utilizado algumas metodologias disponível na literatura para realização dos testes qualitativos fitoquímicos, quantificação de polifenóis totais, cromatografia liquida de alta eficiência e teste de microdiluição, para verificar e quantificar a capacidade antimicrobiana do extrato etanólico bruto (EEB) da baraúna, ácido gálico, antibiótico (amoxicilina para controle positivo) e mistura entre o antibiótico e EEB da baraúna. Foram identificados nos testes qualitativos fitoquímicosas seguintes classes de compostos: taninos, fenóis, flavonóis, flavononas, flavonoides, flavonas, xantonas e alcalóides. Foram obtidos 571 µg/mL de polifenóis totais, no HPLC foi revelado a presença de ácido gálico e possível identificação de vanilina e ácido caféico. Nos testes microbiológicos do EEB da baraúna e amoxicilina em mistura apresentou concentração de inibição mínima contra todos os microrganismos testados como: Klebsiella pneumoniae(1600 µg/mL),Bacillus subtillis (800 µg/mL),Samonella sp.(1600 µg/mL)e Escherichia coli (1600 µg/mL). Pode-se concluir a presença de ácido gálico como componente majoritário além de outras classes de metabolitos secundários. Foi possível comprovar que a melhor atividade sinérgica (extrato + antibiótico) foi para Bacillus subtillis.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2432
Appears in Collections:TCC - Licenciatura em Química (UAST)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tcc_paulosergiodasilvapereira.pdf687,31 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.