Please use this identifier to cite or link to this item: https://repository.ufrpe.br/handle/123456789/1531
Title: Sistema integrado de produção de frangos de corte na mesorregião do agreste pernambucano: relato de caso
Authors: Pereira, Iza Jamile Moreira Vilar
metadata.dc.contributor.authorLattes: http://lattes.cnpq.br/8685585036316802
metadata.dc.contributor.advisor: Freitas, Almir Chalegre de
metadata.dc.contributor.advisorLattes: http://lattes.cnpq.br/8971623206736259
Keywords: Aves - Criação;Frango de corte - Manejo;Indústria agrícola
Issue Date: 5-Jul-2019
Citation: PEREIRA, Iza Jamile Moreira Vilar. Sistema integrado de produção de frangos de corte na mesorregião do agreste pernambucano: relato de caso. 2019. 73 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Medicina Veterinária) – Unidade Acadêmica de Garanhuns, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Garanhuns, 2019.
Description: O Estágio Supervisionado Obrigatório - ESO teve início em 19/03/2019 e término em 10/06/2019, que proporcionou carga horária de 405 horas, de acordo com as normas do ESO do Curso de Medicina Veterinária da Unidade Acadêmica de Garanhuns - UAG, e foi realizado na empresa Notaro Alimentos - Natto que incluiu toda a cadeia de produção do frango de corte, através do acompanhamento e realização de algumas atividades práticas de manejo em granjas de matrizes pesadas, incubatório, fábrica de ração, granjas de frangos de corte da integração Natto e abatedouro, unidades essas localizadas na Mesorregião do Agreste Pernambucano. Embora o ESO, tenha ocorrido em vários setores da avicultura, a monografia baseou-se num Relato de Caso com o objetivo de acompanhar, vivenciar e realizar as atividades práticas de manejo que foram realizadas nas diferentes fases de criação dos frangos de corte, em granjas que operam no Sistema Integrado de Produção, bem como avaliar e estudar os fatores que envolvem na criação, e consequentemente, que interferem nos resultados zootécnicos. Dentre os fatores que interferem nos resultados produtivos dos lotes, podemos citar a genética, a nutrição, sanidade, instalações e ambiência, equipamentos e o manejo. Estes fatores estão inter-relacionados de uma forma que não podemos considerá-los isoladamente; pois, qualquer falha ou imprevisto irá interferir nos resultados zootécnicos e econômicos da atividade.O manejo poderíamos definir como sendo as atividades realizadas nas diferentes fases de criação dos frangos de corte, com objetivo de proporcionar o melhor conforto possível às aves, para que as mesmas possam exteriorizar seu potencial genético. Portanto, toda a orientação de criação desde o alojamento inicial dos pintinhos, aquecimento, arraçoamento, fornecimento de água e tratamento desta, pesagens semanais, jejum das aves são fornecidas pela equipe técnica da Natto, composta por profissionais qualificados, que incluem Médicos Veterinários, Zootecnistas e Técnicos Agrícolas. A parceria entre as Universidade Públicas e as Empresas Privadas preenchem lacunas e se complementam, sendo imprescindíveis na formação do graduando com qualidade, senso crítico e com possibilidades de inclusão no mercado de trabalho.
URI: https://repository.ufrpe.br/handle/123456789/1531
Appears in Collections:TCC - Bacharelado em Medicina Veterinária (UAG)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tcc_eso_izajamilemoreiravilarpereira.pdf3,3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.