Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/1315
Título: Estudo dos coagulantes naturais cereus jamacaru, opuntia ficus-indica e pilosocereus gounellei como pré-tratamento para desinfecção solar
Autor: Sousa, Karina Michely Leite de
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/0109616249430654
Orientador: Lima, Marcelo Batista de
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/2424699316257149
Palavras-chave: Àgua potável;Águas residuais - Purificação
Data do documento: 2019
Citação: SOUSA, Karina Michely Leite de. Estudo dos coagulantes naturais cereus jamacaru, opuntia ficus-indica e pilosocereus gounellei como pré-tratamento para desinfecção solar. 2019. 44 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Química) – Unidade Acadêmica de Serra Talhada, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Serra Talhada, 2019.
Abstract: Natural coagulants are used as an alternative to a viable water treatment, targeting populations that do not have access to treated water. The objective of this work was to evaluate the coagulant capacity of Cereus jamacaru (mandacaru), Opuntia ficus-indica (palm) and Pilosocereus gounellei (xiquexique) cacti as a pretreatment for disinfection by solar radiation. Acid extracts were prepared with 0.10 mol L-1 HCl of each cactus, using the viscous (pulp) and others with the dry matter coming from the bark, all in the proportion of 2.00 g of cactus to 3.00 mL of extraction solution. Ca (OH) 2 0.10 mol L-1 was used as the alkalizing agent. Nine tests of coagulation and flocculation were performed in Jar Test with the operating conditions as fast mixing speed of 150 rpm and fast mixing time of 60 s, slow mixing speed of 45 rpm, slow mixing time of 900 if sedimentation time 15 min along with the turbidity, color and pH parameters. The raw water samples used in the coagulation and flocculation tests presented high turbidity and color parameters. The tests performed with the extracts prepared with the dry matter did not show coagulant efficiency, on the other hand those that were used the extracts prepared with the pulp of the three cacti demonstrated good coagulant action obtaining, in the best test, the turbidity and color removals with the 98% and 92% mandacaru extract, 98% and 96% palm and 98% and 96% xiquexique. After the pre-treatment, disinfection by solar radiation was carried out, where the filtered and unfiltered samples were added in PET bottles with a capacity of 2.0 L and subjected to sun exposure for a period of 6 hours. The results obtained for the coagulation and flocculation pretreatment samples were negative for the presence of total coliforms, and no samples were positive for Escherichia coli. In this way, it can be affirmed that the cacti present themselves as great potential natural coagulants to be used as occasional pretreatment of real turbid waters for subsequent solar disinfection, since after the treatment all the evaluated parameters have met the established by the Brazilian legislation for drinking water.
Resumo: Coagulantes naturais são empregados como alternativa a um tratamento de água viável, direcionado a populações que não possuem acesso a água tratada. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a capacidade coagulante dos cactos Cereus jamacaru (mandacaru), Opuntia ficus-indica (palma) e Pilosocereus gounellei (xiquexique) como pré-tratamento para desinfecção por radiação solar. Foram preparados extratos ácidos com HCl 0,10 mol L-1 de cada cacto, utilizando a parcela viscosa (polpa) e outros com a matéria seca proveniente da casca, todos na proporção de 2,00 g de cacto para 3,00 mL de solução extratora. Como alcalinizante foi utilizado Ca(OH)2 0,10 mol L–1. Foram realizados nove testes de coagulação e floculação em Jar Test com as condições de operação como velocidade de mistura rápida de 150 rpm e tempo de mistura rápida de 60 s, velocidade de mistura lenta de 45 rpm, tempo de mistura lenta de 900 s e tempo de sedimentação 15 min juntamente com a realização dos parâmetros de turbidez, cor e pH. As amostras de água bruta utilizadas nos testes de coagulação e floculação apresentaram os parâmetros de turbidez e cor elevados. Os testes realizados com os extratos preparados com a matéria seca não mostraram eficiência coagulante, por outro lado os que foram empregados os extratos preparados com a polpa dos três cactos demonstraram boa ação coagulante obtendo, no melhor teste, as remoções de turbidez e cor com o extrato de mandacaru 98% e 92%, palma 98% e 96% e xiquexique 98% e 96%. Após o pré-tratamento foi realizado a desinfecção por radiação solar, onde as amostras filtradas e não filtradas foram adicionadas em garrafas PET com capacidade de 2,0 L e submetidas à exposição solar por um período de 6h. Os resultados obtidos para as amostras com pré-tratamento de coagulação e floculação foi negativo para presença de coliformes totais, sendo que nenhuma amostra foi positiva para Escherichia coli. Desta forma, pode-se afirmar que os cactos se apresentam como grandes potenciais coagulantes naturais a serem empregados como pré-tratamento ocasional de águas turvas reais para posterior desinfecção solar, uma vez que após o tratamento todos os parâmetros avaliados atenderam ao estabelecido pela legislação brasileira para água potável.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1315
Aparece nas coleções:(UASTLQ) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_karinamichelyleitedesousa.pdf776,05 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.