Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/1265
Título: GAP de ineficiência operacional do PAC e os seus efeitos na infraestrutura regional: uma analise pelo lado da demanda e da oferta
Autor: Almeida, Karoline Amaral de
Endereco Lattes do autor: Não encontrado
Orientador: Lima, Sergiany da Silva
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/5314745114599013
Palavras-chave: Política pública;Economia social
Data do documento: 2018
Citação: ALMEIDA, Karoline Amaral de. GAP de ineficiência operacional do PAC e os seus efeitos na infraestrutura regional: uma analise pelo lado da demanda e da oferta. 2018. 68 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Econômicas) – Unidade Acadêmica de Serra Talhada, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Serra Talhada, 2018.
Abstract: This paper analyzes the opportunity cost of PAC represented by the gap between potential and actual investment and the effect on the productive structure of the Brazilian economy.They hypothesize that budgetary interference of the PACreduces the potential effect of investment in infrastructure in the economy. This inefficiency in the medium term makes the expansion of the sector's productive capacity in the country minimal.The methodology used inthe short term analysis seeks to capture the effect of demand using the estimation of the complex Keynesian multiplier in the structure of a Gap of operational inefficiency of the PAC.The verification of structural changes caused in the PAC investment sectors is performed by calculating the locational quotient (QL), the redistribution coefficient (CR) and the restructuring coefficient (Cr).According to the upward values of the gap this represents a reduction of the real effect of the PAC on the economycompared to the potential effect, thus proving the operational inefficiency of the PAC. The CR and Cr values close to zero indicate that productivity changes in 2007compared to 2017 were not significant.
Resumo: Este trabalho analisa o custo de oportunidade do PAC representado pelo hiato entre o investimento potencial e o efetivo e o efeito na estrutura produtiva da economia brasileira. Têm como hipótese que a ingerência orçamentaria do PAC reduzo efeito potencial do investimento em infraestrutura na economia. Essa ineficiência no médio prazo torna mínima a ampliação da capacidade produtiva setorial do país. A metodologia usada para captar o efeito de demanda foi utilizadaa estimação do multiplicador Keynesiano complexo na estrutura de um Gap de ineficiência operacional do PAC. A verificação de mudanças estruturais causadas nos setores de investimentos do PAC pelo lado da oferta é realizada através do cálculo do quociente locacional (QL), do coeficiente redistribuição (CR) e do coeficiente de reestruturação (Cr). De acordo com os valores ascendentes do gapisso representa uma redução do efeito real do PAC na economia se comparado com o efeito potencial, comprovando então ineficiência operacional do PAC. Os valores do CR e do Cr próximos de zero indicam que as alterações na produtividade no ano 2006 se comparado com 2017 não foram significativas.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1265
Aparece nas coleções:(UASTBCE) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_karolineamaraldealmeida.pdf1,02 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.