Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/114
Título: Método espectrofotométrico para determinação de traços de ferros
Autor: Câmara Filho, José Calazans S. da
Andrade, Pedro Corrêa de Oliveira
Palavras-chave: Aço;Cádmio
Data do documento: 1978
Citação: CÂMARA FILHO, José Calazans S. da; ANDRADE, Pedro Corrêa de Oliveira. Método espectrofotométrico para determinação de traços de ferros. Cadernos Ômega, Recife, v.2, n.1, p. 71-86, jul. 1978.
Abstract: A coloração violeta produzida pela reação do ácido carmínioo com íon ferroso pode ser usada para a determinação de ferro. A máxima intensidade de cor do carminato ferroso é obtida no intervalo de pH 6,8 - 7,2, 30 minutos após a adição dos reagentes. 0 complexo tem máxima absorção em torno de 585 nm e coeficiente de extinção molar 20 x 103 . 0 sistema obedece a. lei de Beer para as concentrações de 0,4 - 2,0 ppm com leituras de absorção 0,180 - 0,570. Os íons magnésio, potássio e sódio na razão de 1:100 não interferem no método. 0 ferro pode ser determinado na presença de cádmio ou chumbo na proporção 1:50, de' cobalto 1:20 e zinco 1:10. Dentre os elementos e os compostos estudados, o alumínio' e oxido de titânio são os que mais influenciam, não interferem nas razões 1:0,05 e 1:0,5, respectivamente. Na razão 1:1 a presença de cálcio, cobre, cromo ou vanadato não prejudica a determinação. 0 método foi aplicado em amostras de capim apresentando um desvio médio em torno de 4, 57%, quando comparado aos resultados obtidos pela absorção atômica.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/114
Aparece nas coleções:v. 2, n. 1, jul. 1978

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
OME_v2_n1_1978_07.pdf329,67 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.