Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/995
Título: Cabelo crespo e mulher negra: a relação entre cabelo e a construção da identidade negra
Autor: Freitas, Geisiane Cristina de Souza
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/0789389803649488
Orientador: Silva, Maria Auxiliadora Gonçalves da
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/1540473468896261
Palavras-chave: Raça negra;Mulheres;Racismo
Data do documento: 2018
Citação: FREITAS, Geisiane Cristina de Souza. Cabelo crespo e mulher negra: a relação entre cabelo e a construção da identidade negra . 2018. 53 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Sociais) - Departamento de Ciências Sociais, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2018.
Abstract: It is the main objective of this research to verify the impact of structural racism in the construction of the black woman's identity with respect to curly hair. The object of study was black women who are students of the UFRPE courses in social sciences, history and physical education, the research was approached through the qualitative method with the use of interviews to investigate the relationship of curly hair to the construction of black identity. From the notes made by them the concepts of race, racism, identity, aesthetics and black aesthetics were discussed and how this hiatus impacts on their subjectivity and perception of their respective identities. It was reached the understanding that as a result of the structural racism that inferiorizes the black beauty, the women did not recognize themselves as black before going through the hair transition and the resignification of their curly hair.
Resumo: Constitui como principal objetivo desta pesquisa a verificação do impacto do racismo estrutural na construção da identidade da mulher negra no que diz respeito ao cabelo crespo. O objeto de estudo foram mulheres negras que são alunas da UFRPE dos cursos de Ciências Sociais, História e Educação Física, a pesquisa foi abordada através do método qualitativo com o uso de entrevistas para investigar a relação do cabelo crespo com a construção da identidade negra. A partir dos apontamentos feitos por elas foram discutidos os conceitos de raça, racismo, identidade, estética e estética negra e como este hiato impacta na subjetividade e na percepção delas sobre suas respectivas identidades. Chegou-se ao entendimento que em decorrência do racismo estrutural que inferioriza a beleza negra, as mulheres não se reconheciam como negras antes de passar pela transição capilar e pela ressignificação de seus cabelos crespos.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/995
Aparece nas coleções:(CDIBCS) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_geisianecristinadesouzafreitas.pdf775,06 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.