Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/887
Title: Polyplacophora (Mollusca) nos Recifes Areniticos da Boca da Barra, Itamaracá -PE, Brasil
Authors: Vasconcelos, Beatriz Angelo
metadata.dc.contributor.advisor: Pinto, Stefane de Lyra
metadata.dc.contributor.advisorLattes: http://lattes.cnpq.br/2971017849516459
metadata.dc.contributor.advisor-co: Alves, Marcos Souto
metadata.dc.contributor.advisor-coLattes: http://lattes.cnpq.br/7568351870637048
Keywords: Ecologia;Ecossistemas aquáticos
Issue Date: 2018
Citation: VASCONCELOS, Beatriz Angelo. Polyplacophora (Mollusca) nos Recifes Areniticos da Boca da Barra, Itamaracá -PE, Brasil. 2018. 35 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Biológicas) - Departamento de Biologia, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2018.
Abstract: Polyplacophora (mollusca) on the sandy reefs of Boca da Barra, Itamaracá -PE, Brazil. This study was carried out in an area of natural resources, located on the Island of Itamaracá-PE, to characterize a taxonomic and spatial-temporal composition of Polyplacophora, in its dry (August to October 2016) and rainy (March to May 2017 ) during low tide. As collections were followed according to the square method. A total of 278 specimens were found distributed in a total of 2 families and 6 species. A more frequent species was Ischnochiton striolatus (Gray, 1828), which had a qualitative incidence among the species studied in rainy and dry plants, but increased in its nature. Factors are not available in the seasonal distribution of species.
Description: Polyplacophora (mollusca) nos recifes areniticos da Boca da Barra, Itamaracá-PE, Brasil. Este estudo foi realizado em uma área de recifes areníticos, localizada na Ilha de Itamaracá-PE, para caracterizar a composição taxonômica e distribuição espaço-temporal dos Polyplacophora, nas estações seca (agosto a outrubro de 2016) e chuvosa (março a maio de 2017), durante a maré baixa. As coletas foram realizadas de acordo com o método do quadrado. Foram encontrados um total de 278 exemplares distribuídos em um total de 2 familías e 6 espécies. A espécie mais frequênte foi Ischnochiton striolatus (Gray, 1828), Houve variação na composição qualitativa entre as espécies estudadas nas estações chuvosa e seca, porém observou-se aumento na desindade de indivíduos na estação seca. Os fatores abióticos não se mostraram significativos na distribuição sazonal das espécies.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/887
Appears in Collections:TCC - Bacharelado em Ciências Biológicas (Sede)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tcc_beatrizangelovasconcelos.pdf617,71 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.