Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/566
Título: Níveis de infestação dos ácaros Tetranychus neocaiedonicus (André, 1933) e Polyphagotarsonemus latus (Banks, 1904) em diferentes fases do desenvolvimento CA berinjela (Solanum melongena L.)
Autor: Queiroz, Fernando Luiz Rodrigues de Lima
Oliveira, José Vargas de
Palavras-chave: Ácaros;Zoologia;Ácaro de plantas;Plantas - Parasito
Data do documento: 1992
Citação: QUEIROZ, Fernando Luiz Rodrigues de Lima; OLIVEIRA, José Vargas de. Níveis de infestação dos ácaros Tetranychus neocaiedonicus (André, 1933) e Polyphagotarsonemus latus (Banks, 1904) em diferentes fases do desenvolvimento CA berinjela (Solanum melongena L.). Cadernos Ômega. Série Agronomia, Recife, n. 4, p. 183-189, 1992.
Abstract: Pesquisa conduzida no campo experimental do Deprtamento de Agronomia e Laboratório de Acarologia da área de Fitossanidade da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), no período de outubro de 1889 a fevereiro de 1990. O objetivo foi avaliar os níveis de infestação dos ácaros Polyphagotarsonemus latus e Tetranychus neocaledonicas em diferentes fases do desenvolvimento da berinjela, Cultivar Flórida Marfcer 10. Foram feitos sete levantamentos, efetuando-se contagens de ácaros em 60 plantas, em intervalos quinzenais, no período de 40 (quinze dias após o transplantio) a 130 dias de idade. Em cada levantamento foram coletadas, aleatoriamente, 60 folhas, sendo 30 da parte basal e 30 da parte apical das plantas, em seguida delimitou-se uma área de 2,25cm2 por folha, para contagem. Constatou-se que as infestações das duas espécies de ácaros tiveram início qu.nze dias após o transplantio, prolongando-se até aos 100 dias para o P. latus e aos 130 dias para o T. neocaledonicus. Os picos populacionais do P. latus ocorreram aos 70 e 85 dias de idade das plantas, enquanto que para T. neocaledonicus as maiores infestações ocorreram aos 115 e 130 dias. Houve uma maior infestação da primeira espécie nas folhas apicais em todas as amostragens efetuadas. A infestação do T. neocaledonicus foi maior nas folhas basais, exceto aos 130 dias, cuja população foi maior nas folhas apicais.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/566
Aparece nas coleções:n. 4, 1992 (Série Agronomia)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
OME_n4_1992_agro_20.pdf253,47 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.