Please use this identifier to cite or link to this item: https://repository.ufrpe.br/handle/123456789/5478
Title: Índices de áreas verdes e a relação com dados socioeconômicos em Recife/PE
Authors: Lima Junior, Francisco de Assis de
metadata.dc.contributor.authorLattes: http://lattes.cnpq.br/6109865471506527
metadata.dc.contributor.advisor: Lima Neto, Everaldo Marques de
metadata.dc.contributor.advisorLattes: http://lattes.cnpq.br/6791561445213969
Keywords: Arborização das cidades;Vegetação urbana;Espaços públicos;Desigualdades sociais
Issue Date: 4-Sep-2023
Citation: LIMA JUNIOR, Francisco de Assis de. Índices de áreas verdes e a relação com dados socioeconômicos em Recife/PE. 2023. 42 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Florestal) - Departamento de Ciência Florestal, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2023.
Abstract: Urban growth consolidated in concrete, together with the continuous suppression of vegetation, contributes to the deterioration of environmental conditions and is directly linked to a lower quality of life. The index of public green areas (IAVP) is fundamental for assessing the quality of urban life and the well-being of the population, where the vast majority of open spaces are not incorporated for the low-income population. In this study, we sought to analyze the distribution of green area indices and their relationship with socio-economic data, supporting urban forest planning in Recife-PE. To achieve this goal, it was essential to use shapefile data representing green areas, such as squares and parks, together with socio-economic information, enabling correlation calculations to be carried out. The city of Recife has 462 green areas that are classified as Green Areas for Living, Recreation, Sport or Leisure - AVCEL, totaling 227.34 ha (21 parks and 441 squares), with an index of squares per inhabitant (IAPH) of 1.48 m²/inhabitant. The IAPH ranged from 0.44 to 3.45 among the Political-Administrative Regions (RPAs), with RPA 6 having the highest number of green areas (114), but one of the lowest rates of square areas per region (IAPR) with 0.97% and an IAPH of 1.06, showing that the number of green areas in the region is not correlated with the green area rates. Only 5 neighborhoods have AVCEL values above 15 m²/inhabitant, i.e. 94.70% of the neighborhoods do not meet the criteria determined by the Brazilian Society of Urban Afforestation (SBAU). The majority of AVCELs are concentrated in 14 neighborhoods, which comprise more than 50% of all areas in the city. Around 5.56% of the inhabitants of the city of Recife-PE do not have access to AVCELs in their neighborhoods. The Spearman correlation revealed that the average nominal monthly household income (RNMD) in RPA 3 showed moderate positive correlations with AVCEL (0.4936), IAPH (0.5367) and IAPB (0.5277), indicating that neighborhoods with higher incomes tend to have more green areas and public spaces, and a moderate negative correlation with the number of inhabitants (-0.5118), suggesting that wealthier neighborhoods tend to have lower population density. The unequal distribution of these areas directly influences the socio-economic disparities between the city's neighborhoods, identifying patterns in the distribution of green areas that highlight the importance of sustainable and inclusive urban planning.
Description: O crescimento urbano consolidado em concreto, juntamente com a contínua supressão da vegetação, contribui para a deterioração das condições ambientais e está diretamente ligado à menor qualidade de vida. O índice de áreas verdes públicas (IAVP) é fundamental para avaliar a qualidade de vida urbana e o bem-estar da população, onde a grande maioria de espaços livres não é incorporada para a população de baixa renda. Neste estudo, buscamos analisar a distribuição de índices de áreas verdes e a sua relação com dados socioeconômicos, subsidiando o planejamento da floresta urbana em Recife-PE. Para atingir esse objetivo, foi essencial empregar dados de shapefiles que representam as áreas verdes, como praças e parques, em conjunto com informações socioeconômicas, permitindo realizar os cálculos das correlações. A cidade do Recife possui 462 áreas verdes que se enquadram como Área Verde de Convivência, Recreação, Esporte ou Lazer - AVCEL, totalizando 227,34 ha (21 parques e 441 praças), apresentou 1,48 m²/hab no índice de praças por habitante (IAPH). O IAPH oscilou de 0,44 a 3,45 entre as Regiões Político Administrativas - RPAs, destacando a RPA 6, que apresentou a maior quantidade de áreas verdes (114), no entanto, detém um dos menores índices de áreas de praça por regional – IAPR com 0,97% e um IAPH de 1,06, demonstrando que a quantidade de áreas verdes na região, não está correlacionado com os índices de áreas verdes. Somente 5 bairros dispõem de valores acima de 15 m²/hab de AVCEL, ou seja, 94,70% dos bairros não atendem aos critérios determinados pela Sociedade Brasileira de Arborização Urbana (SBAU). A maioria das AVCEL está concentrada em 14 bairros, que compreendem mais de 50% de todas as áreas na cidade. Cerca de 5,56% dos habitantes da cidade do Recife-PE, não possuem acesso a AVCEL em seus bairros. A correlação Spearman revelou que o rendimento nominal médio mensal dos domicílios (RNMD) na RPA 3, apresentou correlações moderadas e positivas com as AVCEL (0, 4936), IAPH (0,5367) e o IAPB (0,5277), indicando que bairros com maior renda tendem a ter mais áreas verdes e espaços públicos, e uma correlação negativa moderada com o número de habitantes (-0,5118), sugerindo que bairros mais ricos tendem a ter menor densidade populacional. A distribuição desigual dessas áreas influência diretamente nas disparidades socioeconômicas entre os bairros da cidade, identificando padrões de distribuição de áreas verdes, que ressaltam a importância de um planejamento urbano sustentável e inclusivo.
URI: https://repository.ufrpe.br/handle/123456789/5478
Appears in Collections:TCC - Engenharia Florestal (Sede)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tcc_franciscodeassisdelimajunior.pdf1,19 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons