Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/485
Título: Qualidade física, química e microbiológica do leite Tipo "C" comercializado em Recife
Autor: Mendes, Emiko Shinozaki
Sena, Maria Jose de
Palavras-chave: Leite - Microbiologia;Leite - Qualidade
Data do documento: 1996
Citação: Mendes, Emiko Shinozaki; Sena, Maria Jose de. Qualidade física, química e microbiológica do leite Tipo "C" comercializado em Recife. Cadernos Ômega. Série Veterinária, Recife, n. 7, p. 7-13, 1996.
Abstract: Com o objetivo de avaliar a qualidade do leite consumido pela população do Recife/PE, foram coletadas em 1993, amostras de leite pasteurizado tipo "C", das 4 marcas existentes no comércio, visando analisar suas propriedades físicas, químicas e microbiológicas. Das propriedades físicas estudou-se densidade e crioscopia, das químicas, teor de gordura, o extrato seco total, o extrato seco desengordurado as enzimas fosfatase alcalina e peroxidade e conservadores e reconstituinte. As análises microbiológicas constaram de contagem total de germes e do número mais provável de coliformes. O experimento foi conduzido através de um delineamento inteiramente casualizado, para tanto denominaram-se as marcas de leite em L1, L2, L3 e L4. Verificou-se que todas as marcas de leite não apresentaram o teor de gordura, de extrato seco total e o desengordurado mínimo exigido para o tipo. O leite da marca L4 apresentou-se fora dos padrões em todas as propriedades avaliadas. Todos os leites, exceto o da marca L1 apresentaram índice crioscópico elevado, o que sugere uma possível adição de água ao produto. A pesquisa da enzima peroxidase foi positiva e a da fosfatase alcalina, formol, água oxigenada e amido, foi negativa em todas as amostras. Nas análises microbiológicas, o leite da marca L4 apresentou o maior nível de contaminação em ambas as análises, enquanto na marca L2 o NMP de coliformes foi superior ao limite máximo permitido pela legislação. Portanto, pode-se concluir que o leite tipo "C", consumido na cidade do Recife apresenta baixa qualidade física e química, quando comparadas com as especificações da regulamentação vigente.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/485
Aparece nas coleções:n. 7, 1996 (Série Veterinária)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
OME_n7_1996_vet_01.pdf236,15 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.

Ferramentas do administrador