Please use this identifier to cite or link to this item: https://repository.ufrpe.br/handle/123456789/4810
Title: Uso de águas de qualidade inferior na produção de cana-de-açúcar no Estado de Pernambuco
Authors: Cutrim, Weliston de Oliveira
metadata.dc.contributor.authorLattes: http://lattes.cnpq.br/1872062048074302
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, Ênio Farias de França e
metadata.dc.contributor.advisorLattes: http://lattes.cnpq.br/1144266495720148
Keywords: Cana-de-açúcar;Irrigação agrícola;Controle de qualidade da água;Salinidade
Issue Date: Jul-2018
Citation: CUTRIM, Weliston de Oliveira. Uso de águas de qualidade inferior na produção de cana-de-açúcar no Estado de Pernambuco. 2018. 34 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Agronomia) – Departamento de Agronomia, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2018.
Description: A salinidade do solo e da água constitui o estresse abiótico que na agricultura mais prejudica o homem, o solo, a água e as plantas, além disso, é um fator que contribui para degradação de muitas áreas agrícolas no mundo. Em Pernambuco, principalmente nas regiões litorâneas as águas possuem elevado teor de sais e em algumas áreas é utilizada na irrigação de cultivos de cana-de-açúcar. Assim, objetivou-se avaliar a influência da salinidade e frações de lixiviação na qualidade tecnológica da cana-de-açúcar. A pesquisa foi conduzida no Departamento de Engenharia Agrícola (DEAGRI) da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Campus Recife. A área do experimental possui 40 lisímetros de drenagem onde foi instalado um sistema de irrigação por gotejamento (vazão unitária 4 L h-1. A variedade utilizada é a RB 92579 (espaçamento de 1,2 x 0,15 m), plantada em novembro de 2016. Aos 60 dias após o plantio (DAP) iniciou-se a aplicação dos tratamentos: cinco níveis de salinidade (0,5; 2,0; 4,0; 6,0; 8;0 dS m-1) e duas lâminas de reposição da evapotranspiração da cultura de 100% e 120% da ETc, correspondentes a fração de lixiviação de 0 e 0,17. A água (0,5 dS m-1) utilizada no experimento é proveniente da rede de distribuição da UFRPE, onde foram adicionados os sais NaCl e CaCl2 (1:1) para obtenção níveis salinos. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 5, com quatro repetições. A partir dos seis meses após a emergência iniciou-se leituras do 0BRIX através de amostragem com refratômetro para avaliação do Índice de maturação (IM) com intuito de determinar o ponto de colheita, que foi realizada em novembro 2017. Na colheita, foi feita amostragem de 10 colmos por tratamento para análise da qualidade tecnológica (Teor de sólidos solúveis totais (0BRIX), Porcentagem em massa de sacarose no caldo (POL), POL da cana (PC), Açúcares totais recuperáveis (ATR), Fibra (%), Açúcares redutores (AR) e pureza aparente (Q)). Não houve efeito significativo da interação salinidade e lâminas para as variáveis Pureza, Fibra, AR caldo analisadas. O índice de maturação foi eficiente para determinar o ponto de colheita da cana-de-açúcar (RB92579). O fator salinidade promoveu reduções lineares nas variáveis 0BRIX, Pol, PC e ATR. A fração de lixiviação 0,17 (120% ETc) proporcionou melhores resultados quando comparada a 100% da ETc, em relação ao 0BRIX, Pol, PC e ATR.
URI: https://repository.ufrpe.br/handle/123456789/4810
Appears in Collections:TCC - Agronomia (Sede)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tcc_eso_welistondeoliveiracutrim.pdf593,72 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.