Please use this identifier to cite or link to this item: https://repository.ufrpe.br/handle/123456789/4468
Title: Uso de agrotóxico na agricultura familiar ás margens do rio Pajeú no município de Calumbi no sertão pernambucano
Authors: Araújo, Anderson dos Santos
metadata.dc.contributor.advisor: Almeida, Rosa Honorato de
metadata.dc.contributor.advisorLattes: http://lattes.cnpq.br/4319299572657528
Keywords: Agricultura familiar;Produtos químicos agrícolas;Alimentos - Contaminação
Issue Date: 2020
Citation: ARAÚJO, Anderson dos Santos. Uso de agrotóxico na agricultura familiar ás margens do rio Pajeú no município de Calumbi no sertão pernambucano. 2020. 44 f.Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Agronomia) – Unidade Acadêmica de Serra Talhada, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Serra Talhada, 2020.
Abstract: Family agriculture in Brazil accounts for 70% of all food consumed in the domestic market, however, the difficulty of access to information and the lack of technical assistance has promoted the excessive use of pesticides. In Pernambuco, there are about 6,619 tons of pesticides used annually and an average of 1545 cases of intoxication between 2002 and 2014. In view of the above, the objective of the present study was to conduct a survey of the profile of riverine family producers regarding the use of agrochemicals and safety procedures during their use. The study was carried out in the Sertão do Alto Pajeú region of Pernambuco, in the municipality of Calumbi, with family farmers located on the banks of the Pajeú River. The data were collected from the application of an oral questionnaire, subdivided into three themes: 1- Cultures worked; 2- Agrotoxic used and 3- Personal protective equipment. A total of 25 family farmers were interviewed and the choice of farmers was made according to the best profile of family farmer and proximity to the banks of the Pajeú River. This study reveals an important social and environmental problem, which is reproduced in several rural areas of the country, within the context of food production by family agriculture. A significant portion of the farmers interviewed were found to use agrochemicals, which are not recommended for crops and classified as very dangerous to the environment, also highlighting the non-use of IPEs. If these family farmers had the opportunity and technical guidance, access to information and government incentives, the reality presented in this research could be different.
Description: A agricultura familiar no Brasil responde por 70% de todos os alimentos consumidos no mercado interno, contudo, a dificuldade de acesso à informação e a carência de assistência técnica tem promovido o uso excessivo de agrotóxicos. Em Pernambuco registra-se cerca de 6.619 toneladas de agrotóxicos utilizados anualmente e em média 1545 casos de intoxicação entre os anos de 2002 a 2014. Diante do exposto, o presente estudo teve como objetivo a realização de um levantamento do perfil de produtores familiares ribeirinhos, quanto ao uso de agrotóxicos e procedimentos de segurança durante a sua utilização. O trabalho foi realizado na mesorregião do Sertão do Alto Pajeú pernambucano, no município de Calumbi com agricultores familiares que se localizam as margens do Rio Pajeú. Os dados foram coletados a partir da aplicação de questionário oral, subdividido em três temas: 1- Culturas trabalhadas; 2- Agrotóxicos utilizados e 3- Equipamentos de proteção individual. Foram entrevistados um total de 25 agricultores familiares e a escolha dos agricultores foi realizada de acordo com o melhor enquadramento ao perfil de agricultor familiar e pela proximidade às margens do Rio Pajeú. O presente estudo revela um importante problema de ordem social e ambiental, que se reproduz em diversas áreas rurais do país, dentro do contexto da produção de alimentos pela agricultura familiar. Foi detectado que uma parcela significativa dos agricultores entrevistados faz o uso dos agrotóxicos, não recomendados para as culturas e classificados como muito perigosos para o ambiente, evidenciando também a não utilização dos EPI’s. Se estes agricultores familiares tivessem oportunidade e orientação técnica, acesso a informação e incentivos governamentais, a realidade apresentada na presente pesquisa poderia ser diferente.
URI: https://repository.ufrpe.br/handle/123456789/4468
Appears in Collections:TCC - Bacharelado em Agronomia (UAST)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tcc_andersondossantosaraujo.pdf672,7 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.