Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/306
Título: Estudo da venação alar de Coccidophilus citricola, Exochomus bimaculosus e Curinus sp. (COLEOPTERA, COCCINELLIDAE)
Autor: Luna, Lêda Alves de
Santos, Arlene Bezerra Rodrigues dos
Palavras-chave: Besouros;Joaninha (Inseto);Cerambicídeos;Curinus
Data do documento: 1987
Citação: Luna, Lêda Alves de ; Santos, Arlene Bezerra Rodrigues dos. Estudo da venação alar de Coccidophilus citricola, Exochomus bimaculosus e Curinus sp. (COLEOPTERA, COCCINELLIDAE). Cadernos Ômega. Série Biologia, Recife, n. 2, p. 77-90, 1987
Abstract: A venação nos Coleópteros é considerada por alguns autores, como um sistema que não permite o fácil reconhecimento das famílias, mas, sim entre insetos de outras ordens. Entretanto, vários estudos sobre este aspecto, vêm sendo desenvolvidos desde o século passado até os dias atuais. Com base no trabalho de interpretação da venação alar das famílias Coccinellidea e Cerambycidae (Coleoptera), desenvolvido por MARINONI & ALMEIDA (1983), fez-se o estudo da venação alar de Coccidophilus citricola, Exochomus bimacutosus e Curinus sp. (Coleoptera, Coçcinellidae), com a finalidade de esclarecer mais um caráter sistemático destas espécies. Para este estudo foram dissecados exemplares das três espécies, utilizando-se dois métodos de dissecação: a) dissecação dos insetos retirados diretamente do álcool; b) dissecação dos insetos colocados em água fervente durante três minutos. Após serem dissecadas as asas foram montadas em lamínulas e levados ao microscópio para que pudessem ser observados detalhes da venação. De acordo com os resultados obtidos, observou-se que a venação das três espécies estudadas pouco varia da venação da família. A espécie que apresentou uma maior variação na venação foi C. citricola, sendo esta, relacionada com a ausência de algumas veias como: A Setor Anterior (SA), Setor Posterior (SP), a Plical (P). a Empusal (E), a 1ª Anal (1A) e a 2ª Anal (2A), esta foi uma das principais características que tornou possível distingui-la das outras duas espécies estudadas. Com relação a E. bimaculosus e Curinus sp., observou-se que há bastante semelhanças na venação destas duas espécies, tendo sido observadas as seguintes variações: a) desaparecimento da Plical (P) em E. bimaculosus, b) a setor (S), mais bem marcada em E. bimat ulosus, que em Curinus sp.; c) a Setor-média antenor (s-ma), representada em E Limacutosus por uma mancha curta de forma mais ou menos triangular, enquanto que em Curinus sp., está veia apresenta-se de forma alongada e fortemente marcada: d) a venação apresentou-se mais bem marcada e forte em Curinus sp. que em E. bimaculosus.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/306
Aparece nas coleções:n. 2, 1987 (Série Biologia)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
OME_n2_1987_bio_06.pdf954,57 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.