Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/2486
Título: Doses e épocas de aplicação de cloreto de mepiquat em algodão colorido brs topázio
Autor: Sá, Guilherme Augusto dos Santos
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/4840879791678518
Orientador: Alves, Gibran da Silva
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/7278351291260092
Palavras-chave: Algodão - Cultivo;Indústria têxtil de algodão;Algodão
Data do documento: 2019
Citação: SÁ, Guilherme Augusto dos Santos. Doses e épocas de aplicação de cloreto de mepiquat em algodão colorido brs topázio. 54 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Agronomia) – Unidade Acadêmica de Serra Talhada, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Serra Talhada, 2019.
Abstract: Colored cotton is a genetic material still little cultivated in Brazil, having advantages such as the color of the fiber, which remains until the final product, so it is not necessary to use chemicals to dye it and promoting textile production with less environmental impact. However, it is a material that, in general, has low fiber quality and low productivity. It is up to the research to work on the improvement of the characteristics of the referred genetic material and that consequently would stimulate the increase of its cultivation. The objective of this study was to evaluate the growth and development of BRS Topázio cotton as a function of the application of the mepiquat chloride growth regulator at different doses and times. The experiment was conducted in a greenhouse at the Federal Rural University of Pernambuco, Serra Talhada Academic Unit (UFRPE-UAST). A completely randomized design was used in a 5x2 factorial arrangement, with 3 replications, 5 doses of mepiquat chloride (0.0; 0.07; 0.14; 0.21; 0.28 L ha-1) were applied at two different times (30 and 60 days after the emergency). Plant height, internode length, stem diameter, leaf area, number of nodes, number of bolls, number of flowers, number of apples, insertion height of the first flower bud, insertion height of the first flower were studied. , cottonseed mass, fiber mass, stone mass, aerial fresh matter mass, aerial dry matter mass, root fresh mass, root dry matter mass, total fresh matter mass and total dry matter mass. For data analysis we used the statistical software Sisvar 5.6, in which the results were submitted to analysis of variance and regression analysis. The variables, plant height, leaf area, stem diameter, node number, internode length, number of flowers, apple number, number of bolls, shoot fresh matter, root fresh matter, total fresh matter, shoot dry matter, total dry matter, root dry matter, fiber production, stone production and stone cotton production, responded to the effects corresponding to different doses and application times. The variables insertion height of the first flower and the insertion height of the first flower bud were not significantly influenced by mepiquat chloride. BRS Topázio cotton presents higher sensitivity to mepiquat chloride when applied at 30 DAE;
Resumo: O algodão colorido é um material genético ainda pouco cultivado no Brasil, possuindo vantagens como a cor da fibra, que permanece até o produto final logo não sendo necessário o uso de produtos químicos para tingi-la e promovendo a produção têxtil de menor impacto ambiental. Mas, no entanto, é um material que de forma geral, possui baixa qualidade de fibra e baixa produtividade, cabendo à pesquisa, atuar na busca de melhorias nas características do referente material genético e que consequentemente iria estimular o aumento do seu cultivo. Objetiva-se avaliar o crescimento e desenvolvimento do algodoeiro BRS Topázio em função da aplicação do regulador de crescimento cloreto de mepiquat, em diferentes doses e épocas. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, na Universidade Federal Rural de Pernambuco, Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UFRPE-UAST). Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado no arranjo fatorial 5x2, com 3 repetições, tratando-se da aplicação de 5 doses da substancia cloreto de mepiquat, (0,0 ; 0,07 ; 0,14 ; 0,21 ; 0,28 L ha -1), sendo a aplicação realizada em duas épocas distintas ( 30 e 60 dias após a emergência). Estudaram-se as variáveis altura de planta, comprimento do entrenó, diâmetro de caule, área foliar, número de nós, número de capulhos, número de flores, número de maçãs, altura de inserção do primeiro botão floral, altura de inserção da primeira flor, massa do algodão em caroço, massa da fibra, massa do caroço, massa da matéria fresca da parte aérea, massa da matéria seca da parte aérea, massa da matéria fresca da raiz, massa da matéria seca da raiz, massa da matéria fresca total e massa matéria seca total. Para a análise dos dados utilizou-se o software estatístico Sisvar 5.6, no qual os resultados foram submetidos à análise de variância e análise de regressão. As variáveis, altura de plantas, área foliar, diâmetro do caule, número de nó, comprimento do entrenó, número de flores, número de maçã, número de capulhos, matéria fresca da parte aérea, matérias fresca da raiz, matéria fresca total, matéria seca da parte aérea, matéria seca total, matéria seca da raiz, produção de fibra, produção de caroço e produção de algodão em caroço, responderam aos efeitos correspondente a diferentes doses e épocas de aplicação. As variáveis altura de inserção da primeira flor e a altura de inserção do primeiro botão floral, não foram influenciados significativamente pelo cloreto de mepiquat. O algodoeiro BRS Topázio apresenta maior sensibilidade ao cloreto de mepiquat quando aplicado aos 30 DAE;
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2486
Aparece nas coleções:(UASTA) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_guilhermeaugustodossantossa.pdf957,49 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.