Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/2475
Title: Técnicas e atividades realizadas no laboratório de biotecnologia de microalgas (Labim/Uast)
Authors: Almeida, Ayanne Jamyres Gomes da Silva
metadata.dc.contributor.authorLattes: http://lattes.cnpq.br/9697556131506773
metadata.dc.contributor.advisor: Dantas, Danielli Matias de Macedo
metadata.dc.contributor.advisorLattes: http://lattes.cnpq.br/3422902414863662
Keywords: Biotecnologia;Cianobactéria;Programas de estágio
Issue Date: 2019
Citation: ALMEIDA, Ayanne Jamyres Gomes da Silva. Técnicas e atividades realizadas no laboratório de biotecnologia de microalgas (Labim/Uast). 2019. 23 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia de Pesca) – Unidade Acadêmica de Serra Talhada, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Serra Talhada, 2019.
Description: Este relatório descreve a rotina diária acompanhada durante o estágio supervisionado obrigatório do Laboratório de Biotecnologia de Microalgas (LABIM) da Universidade Federal Rural de Pernambuco – Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UFRPE/UAST), localizado no município de Serra Talhada-PE, durante o período compreendido de 01 de abril a 12 de junho de 2019. O LABIM foi criado com o propósito de prospectar o primeiro banco de cepas de microalgas de dulcícolas do sertão pernambucano. Com esse intuito, se pretendia conhecer a diversidade fitoplacntônica (microalgas e cianobactérias) dessa região, bem como identificar, isolar e cultivar espécimes para subsidiar pesquisas e atender as demandas locais. As atividades rotineiras são realizadas de segunda à sexta, exceto quando existe a obrigatoriedade de cumprir atividades extraordinárias, como o acompanhamento de experimentos. A sala onde as cepas de microalgas são armazenadas é mantida a 20 ºC e as cepas são agitadas uma vez ao dia, de segunda a sexta; essas são mantidas em fotoperíodo integral (24:0) de aproximadamente 2 000 lux. Os processos que envolvem a manutenção das cepas ocorrem a cada quinze ou trinta dias. As coletas são aperiódicas e objetivam aumentar o acervo de microalgas isoladas do laboratório. Este estágio proporcionou uma ampliação dos conhecimentos oriundos de disciplinas teóricas acerca de aspectos ecológicos e biotecnológicos de microalgas. Após a conclusão do estágio é nítida a sua relevância para a formação profissional dos graduandos do curso. Independentemente do local optado para realização deste, seja em laboratório ou empresas, o acompanhamento rotineiro é fundamental como um primeiro contato antes do início da carreira profissional.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2475
Appears in Collections:TCC - Bacharelado em Engenharia de Pesca (UAST)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tcc_eso_ayannejamyresdasilvaalmeida.pdf1,06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.