Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/2233
Título: Saber popular e ecológico de sistemas agrossilviculturais por agricultores no município de Bonito-PE
Autor: Gonçalves, Juliana Barros
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/0117712109226371
Orientador: Lima, Tarcísio Viana de
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/0814281560377954
Palavras-chave: Agrossilvicultura;Ecologia agrícola;Trabalhadores rurais
Data do documento: 2-Dez-2019
Citação: GONÇALVES, Juliana Barros. Saber popular e ecológico de sistemas agrossilviculturais por agricultores no município de Bonito-PE. 2019. 37 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Florestal) - Departamento de Engenharia Florestal, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2019.
Abstract: Agroecology is an area of knowledge that proposes sustainable management of property. However, it is not limited to this; it relates to territoriality, the valorization and recovery of knowledge, and the construction of knowledge. The latter is understood as a new knowledge that is produced from the exchange between knowledge: academic and empirical. The objective of this work was to understand the popular and ecological knowledge involved in the management of agrosilvicultural systems by family farmers in Bonito - PE, seeking to understand how this knowledge contributes to the process of agroecological transition. For this, we used as a methodological route action research that consists in action or problem solving where those involved in the situation (researchers, farmers, fishermen, traditional and non-traditional populations) act in a participatory and cooperative manner. For data collection we opted for on-site observations, recorded conversations and interview script with the farmers that make up the Life Market, the only public market for organic products supported by the university incubator; dialoguing about the knowledge about the agrosystem forest species and their respective uses. It was realized that there is a range of local ecological knowledge that must be rescued and valued to strengthen the process of agroecological transition and knowledge building.
Resumo: A Agroecologia é uma área do conhecimento que propõe um manejo sustentável da propriedade. Contudo, não se limita a isso, relaciona-se a territorialidade, a valorização e resgaste dos saberes, e a construção do conhecimento. Esta última entende-se como um novo conhecimento que é produzido a partir do intercâmbio entre os saberes: acadêmico e empírico. O objetivo deste trabalho foi compreender os saberes popular e ecológico envolvidos no manejo de sistemas agrossilviculturais pelos (as) agricultores (as) familiares no município de Bonito - PE, buscando entender como esses saberes contribuem para o processo de transição agroecológica. Para isso, utilizou-se como percurso metodológico a pesquisa-ação que consiste numa ação ou resolução de problemas onde os envolvidos da situação (pesquisadores, agricultores/as, pescadores, populações tradicionais e não-tradicionais) agem de modo participativo e cooperativo. Para a coleta de dados optou-se pelas observações in loco, conversas gravadas e roteiro de entrevista com os (as) agricultores (as) que compõem o Mercado da Vida, único mercado público de produtos orgânicos apoiados pela incubadora universitária; dialogando sobre os saberes sobre as espécies florestais do agrossistema e seus respectivos usos. Percebeu-se que há uma gama de conhecimentos ecológicos locais que devem ser resgatados e valorizados para fortalecer o processo de transição agroecológica e da construção do conhecimento.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2233
Aparece nas coleções:(CDIEF) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_julianabarrosgoncalves.pdf864,16 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.