Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/2218
Título: Agroflorestar: utilização de desenho e diagnóstico para potencializar a produtividade e sustentabilidade de um sistema agroflorestal em Igarassu – PE
Autor: Lucena, Luiza de Almeida
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/8517086611563777
Orientador: Hakamada, Rodrigo Eiji
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/4186459700983170
Co-orientador : Freitas, Eliane Cristina Sampaio de
Endereço Lattes do Co-orientador : http://lattes.cnpq.br/7525975084334972
Palavras-chave: Agrossilvicultura;Produtividade agrícola;Agricultura familiar
Data do documento: 29-Nov-2019
Citação: LUCENA, Luiza de Almeida. Agroflorestar: utilização de desenho e diagnóstico para potencializar a produtividade e sustentabilidade de um sistema agroflorestal em Igarassu – PE. 2019. 64 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Florestal) - Departamento de Engenharia Florestal, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2019.
Abstract: Agroforestry systems are paradigms aligned with the issue of sustainability, because with the right management they can lead to increased production of food and forest products in the same area. Therefore, research in this context arises as an opportunity for improvements in actions aimed at technical assistance in order to enable production in these systems. In this sense, this study aimed to propose alternatives for increasing productivity and sustainability on a small farm in Igarassu – PE. This is an area of 3.6 hectares under an agroforestry system managed by three farmers, characterized as a homegarden. An action research methodology was proposed in order to clarify the investigation of the systems production barriers under the light of practical actions, through the resolution of problems. To this end, the Design and Diagnosis methodology was applied, using the Participatory Rural Diagnosis techniques in parallel, to identify the potential and vulnerabilities of the existing agroforestry system, prescribe improvements to what already exists in the area, suggest a new crop to be inserted, draw up a production calendar, promote a workshop to enhance the productivity of the property and develop a social technology with the farmers. Through the survey of the agroecological production of the property, one can have a good overview of the potential and vulnerabilities of the system and identify them enabled the proposition of improvements in the area of study. It was found that an important factor to ensure the productivity of the system is the control of leafcutting ants. The elaboration of a productive calendar made it possible to visualize the phenology of the species, as well as the ideal time for the bees to forage, the months with the highest peak production of the species There was the realization of a workshop of vermicompostagem and construction of a booklet on the subject, which contributed efficiently, through the increase of a new system of production of organic inputs in the property. The proposal was made to introduce the culture of acerolas in the pasture area the chicken coop in which the importance of adoption can be visualized as a factor of evaluation of agroforestry systems. Finally, there was the development of a social technology that, through digital resources, brings agroecological producers closer to buyers. In this way, the importance of adopting participatory practices in technical assistance activities was emphasized so that improvements in these systems really are in line with the reality of farmers and so that the practices are actually implemented.
Resumo: Os sistemas agroflorestais são paradigmas alinhados à questão de sustentabilidade, pois, com o manejo adequado, pode levar ao aumento da produção de alimentos e produtos florestais em uma mesma área, incrementando a produtividade total de uma determinada propriedade. Portanto, investigações neste contexto surgem como oportunidade de melhorias em ações voltadas a assistência técnica com o intuito de viabilizar a produção nesses sistemas. Neste sentido, o presente trabalho teve por objetivo propor alternativas para aumento de produtividade e sustentabilidade em uma pequena propriedade em Igarassu – PE. Trata-se de uma área com 3,6 ha sob regime de sistema agroflorestal manejada por três agricultores, caracterizando-se como um Quintal Agroflorestal. Foi proposta a metodologia de Pesquisa-ação no sentido de elucidar a investigação dos entraves produtivos do sistema à luz de ações práticas, através da resolução de problemas. Para tal, aplicou-se a metodologia de Desenho e Diagnóstico, utilizando paralelamente as técnica o Diagnóstico Rural Participativo, para identificar as potencialidades e vulnerabilidades do sistema agroflorestal existente, prescrever melhorias daquilo já existente na área, sugestão de nova cultura a ser inserida, elaboração de um calendário produtivo, promoção de oficina que potencialize a produtividade da propriedade e desenvolvimento de uma tecnologia social junto aos agricultores. Por meio do levantamento da produção agroecológica da propriedade, pode-se ter um bom panorama das potencialidades e vulnerabilidades do sistema, e identifica-las viabilizou a proposição de melhorias que podem ser adotadas na área de estudo. Constatou-se que um importante fator para garantir a produtividade do sistema é realizar o controle de formigas cortadeiras. A elaboração de um calendário produtivo tornou possível a visualização da fenologia das espécies, bem como a época ideal para as abelhas forragearem, os meses com maior pico de produção das espécies. Houve a realização de uma oficina de vermicompostagem e construção de uma cartilha sobre o tema, que contribuiu de forma eficiente, por meio do incremento de um novo sistema de produção de insumo orgânico na propriedade. Realizou-se a proposição de introdução da cultura de acerolas na área de pastejo do galinheiro em que se pode visualizar a importância da adotabilidade como fator de avaliação de sistemas agroflorestais. Por fim, foi desenvolvida uma tecnologia social que, através de recursos digitais, aproxima produtores agroecológicos de consumidores. Desta forma, ressaltou-se a relevância da adoção de práticas participativas nas atividades de assistência técnica para que as melhorias nestes sistemas realmente estejam em consonância com a realidade dos agricultores e para que as práticas de fato sejam implementadas.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2218
Aparece nas coleções:(CDIEF) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_luizadealmeidalucena.pdf7,94 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.