Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/2206
Título: Banco de sementes do solo em áreas ciliares em processo de restauração florestal na Zona da Mata Sul de Pernambuco
Autor: Silva, Lucas Benedito da
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/2948005042743422
Orientador: Feliciano, Ana Lícia Patriota
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/9184673853412326
Co-orientador : Silva, Marilia Isabelle Oliveira da
Endereço Lattes do Co-orientador : http://lattes.cnpq.br/1029149032423660
Palavras-chave: Florestas;Sementes;Ecologia florestal;Conservação da natureza
Data do documento: 15-Jul-2019
Citação: SILVA, Lucas Benedito da. Banco de sementes do solo em áreas ciliares em processo de restauração florestal na Zona da Mata Sul de Pernambuco. 2019. 64 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Florestal) - Departamento de Engenharia Florestal, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2019.
Abstract: This work aimed to evaluate the composition and diversity of soil seed bank species in riparian areas with different stages of forest restoration located in the municipality of Sirinhaém, Zona Sul Mata de Pernambuco. The present research was developed in two areas under restoration process, located at the Usina Trapiche S / A, in the municipality of Sirinhaém, in the region of Mata Sul in the State of Pernambuco. Sampling of the seed bank was performed in 40 plots of 250 m 2, 20 plots in each area, and two samples per plot were collected, totaling 80 samples. The soil was collected to a depth of 0-5 cm, using a square template with dimensions of 0.25 m x 0.25 m (0.03625 m²). The samples were stored in plastic bags and transported to the Forest Nursery of the Forest Science Department of UFRPE. The experiment was set up using 80 perforated plastic trays, with a volume of 0.0767m³. The trays were accommodated in two flowerbeds. On the bed was mounted two structures, one covered by white tulle - (full sun) and another covered by shade screen (70%), making it impossible to contaminate by external propagules. Among the soil trays were randomly arranged 10 trays with sterilized substrate to avoid contamination between the trays inside the structure. Germination was evaluated biweekly over the six-month period. All seedlings were identified to the lowest taxonomic level, quantified and then withdrawn from the trays. The emergent individuals were peeled to polyethylene bags that remained until their flowering, being the same herborizadas and deposited in the herbarium, for identification purposes. The species were classified when the dispersion syndrome, ecological group and its origin. The richness and phytosociological parameters, the Shannon diversity index (H '), the Pielou equability (J'), the Sorensen Similarity and the Hutcheson test were calculated by the MS-Excel 2016 program. The differences between the abundance of seeds of the two areas, their means and medians were obtained by software R °. The maximum seed density found in area 2 was represented by the Shading Screen of 70% (3,205.2 seeds / m²) and for area 1, it was the full sun (3,086.8 seeds / m²). Both areas had a high similarity index (Ss = 25.70%). The highest density in both areas was represented by herbaceous plants with a total of 10,916 seeds / m², of which 5,771.2 for area 2 and 5,144.8 for area 1. The species with the highest VIBS in the seed bank in area 1 and 2 were herbaceous (Lindernia crustacea (L.) F.Muell. And Ludwigia leptocarpa (Nutt.) H. Hara, area 1 and 2. Germinated a total of 19 species with 17 trees in area 2 and 10 in area 1, with 100% of pioneers. The species Solanum paniculatum L., Cecropia pachystachya Trécul and Piper aducum L. were the most representative. Among the total shrub and tree individuals present in area 1 (92.58%) are composed of species that present a zoocoric dispersion syndrome.
Resumo: Neste trabalho objetivou- se avaliar a composição e a diversidade de espécies do banco de sementes do solo em áreas ciliares com diferentes estágios de restauração florestal, localizadas no município de Sirinhaém, Zona da Mata Sul de Pernambuco. A presente pesquisa foi desenvolvida em duas áreas em processo de restauração, localizados na Usina Trapiche S/A, no município de Sirinhaém, região da Mata Sul do Estado de Pernambuco. A amostragem do banco de sementes foi realizada em 40 parcelas de 250m², 20 parcelas em cada área, sendo coletada duas amostras por parcela, totalizando 80 amostras. O solo foi coletado até uma profundidade de 0-5 cm, usando um gabarito quadrangular com dimensões de 0,25 m x 0,25 m (0,03625 m²). As amostras foram armazenadas em sacos plásticos e transportadas para o Viveiro Florestal do Departamento de Ciência Florestal da UFRPE. O experimento foi montado utilizando 80 bandejas plásticas perfuradas, com volume de 0,0767m³. As bandejas foram acomodadas em dois canteiros. Sobre o canteiro foi montando duas estruturas, uma coberta por tela de filó - (Pleno sol) e outra coberta por tela de sombreamento (70%), impossibilitando a contaminação por propágulos externos. Entre as bandejas de solo foram arranjadas aleatoriamente 10 bandeja com substrato esterilizado para evitar a contaminação entre as bandejas no interior da estrutura. A germinação foi avaliada quinzenalmente durante o período de seis meses. Todas as plântulas foram identificadas até o nível taxonômico mais baixo, quantificadas e seguidamente retiradas das bandejas. Os indivíduos emergentes foram repicados para sacos de polietileno que permaneceram até a sua floração, sendo as mesmas herborizadas e depositas no herbário, para fins de identificação. As espécies foram classificadas quando a síndrome de dispersão, grupo ecológico e sua origem. A riqueza e os parâmetros fitossociologicos, o índice de diversidade de Shannon (H’), a equabilidade de Pielou (J’), a Similaridade de Sorensen e o teste de Hutcheson foram calculados pelo programa MS-Excel 2016. As diferenças entre a abundância de sementes das duas áreas, suas medias e medianas foram obtidas pelo software R°. A densidade máxima de sementes encontrada na área 2 foi representada pela tela de sombreamento de 70% (3.205,2 sementes/m²) e para a área 1, em pleno sol (3.086,8 sementes/m²). Ambas as áreas quando comparadas apresentaram um alto índice de similaridade (Ss= 25,70%). A maior densidade em ambas as áreas foi representada pelas herbáceas com total de 10.916 sementes/m², sendo 5.771,2 para a área 2 e 5.144,8 para a área 1. As espécies com maior VIBS no banco de sementes na área 1 e 2 foram herbáceas (Lindernia crustacea (L.) F.Muell. e Ludwigia leptocarpa (Nutt.) H. Hara, área 1 e 2 respectivamente. Germinaram um total de 19 espécies pertentes a forma de vida arbustiva e arbórea, sendo 17 presentes na área 2 e 10 na área 1, apresentando 100% de pioneiras. As espécies Solanum paniculatum L., Cecropia pachystachya Trécul e Piper aducum L. foram as mais representativas. Dentre os indivíduos arbustivos e arbóreos totais presentes na área 1 (92,58%) são compostos por espécies que apresentam uma síndrome de dispersão Zoocórica.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2206
Aparece nas coleções:(CDIEF) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_lucasbeneditodasilva.pdf6,02 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.