Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/2171
Título: Efeito da densidade de adição da Microalga Navicula sp. sobre a concentração de sólidos sedimentáveis, sólidos suspensos totais e voláteis no cultivo de pós-larvas do Litopenaeus vannamei em sistemas de bioflocos
Autor: Oliveira, Marina Cunha Alves de
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/5510349176705300
Orientador: Silva, Luis Otávio Brito da
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/4307980515769174
Co-orientador : Lima, Priscilla Celes Maciel de
Endereço Lattes do Co-orientador : http://lattes.cnpq.br/4371586486794716
Palavras-chave: Camarões - Cultivo;Água - Qualidade;Algas de água doce
Data do documento: 10-Jul-2019
Citação: OLIVEIRA, Marina Cunha Alves de. Efeito da densidade de adição da Microalga Navicula sp. sobre a concentração de sólidos sedimentáveis, sólidos suspensos totais e voláteis no cultivo de pós-larvas do Litopenaeus vannamei em sistemas de bioflocos. 2019. 27 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia de Pesca) - Departamento de Pesca e Aquicultura, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2019.
Resumo: Com a necessidade de reduzir a emissão de efluentes para o meio ambiente, a aquicultura vem buscando por novos sistemas de cultivo. Neste sentido o sistema de bioflocos (BFT) surge como uma alternativa, pois utiliza mínima troca de água, entretanto, essa redução ocasiona um acúmulo de sólidos no sistema. Tornando-se necessária a caracterização e tratamento destes sólidos que são gerados ao longo do cultivo e sua influência sobre a qualidade da água e desempenho zootécnico dos organismos. Por este motivo, o presente trabalho teve como objetivo avaliar os sólidos no cultivo de pós-larvas de Litopenaeusvannamei em sistema de bioflocos com adição de Navicula sp. e sua interação com as variáveis de qualidade da água e o desempenho dos camarões. Os sólidos foram avaliados em quatro tratamentos: BFT (bioflocos sem adição de Navicula sp.); BFT 2,5N (bioflocos e adição de Navicula sp. na densidade de 2,5x104 células mL-1); BFT 5,0N (bioflocos e adição de Navicula sp. na densidade de 5,0x104 células mL-1); e BFT 10,0N (bioflocos e adição de Navicula sp. na densidade de 10,0x104 células mL-1), em triplicata e durante 42 dias. A adição da Navicula sp. foi realizada no 1º, 10º, 20º e 30º dias de cultivo. As pós-larvas (PL10) foram mantidas em caixas retangulares de polietileno de cor preta com volume útil de 50 litros (0.05 m3) e a densidade de 3.000 camarões m-3. Os camarões foram alimentados 4x ao dia com ração de 40% PB e fonte de carboidrato (melaço) foi aplicada diariamente. Os parâmetros físico-químicos de qualidade de água permaneceram dentro dos níveis ideais para o cultivo de L. vannamei durante todo o cultivo. Os sólidos aumentaram ao longo do tempo, mas não houve diferença significativa entre os tratamentos, e o mesmo mantivera-se dentro dos parâmetros ideais. Ao analisar a correlação dos valores de sólido com as variáveis de qualidade de água, encontrou-se que os sólidos suspensos totais apresentam correlação positivas significativas com os sólidos suspensos voláteis, nitrito e ortofosfato, e negativa significativas com oxigênio dissolvido, pH e amônia total. Desta forma, é possível observar que os sólidos encontrados no sistema de biofloco acumulam-se ao longo do tempo, além de influenciar outras variáveis de qualidade de água. Os sólidos suspensos totais apresentaram uma correlação positiva com alguns parâmetros zootécnicos (peso, biomassa, ganho de biomassa e produtividade), devido a forte correlação positiva do desempenho e dos sólidos com o tempo e ao elevado valor nutricional dos flocos.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2171
Aparece nas coleções:(CDIEP) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_eso_marinacunhaalvesdeoliveira.pdf689,11 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.