Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/2078
Título: A construção simbólica do dinheiro na infância: estudo comparativo entre estudantes de escolas pública e privada
Autor: Silva, Lucas Nonato Souza e
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/6982524837834982
Orientador: Paula Júnior, Josias Vicente de
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/8013351027708968
Palavras-chave: Crianças - Aspectos sociais;Crianças - Aspectos psicológicos;Moeda - Aspectos sociais;Moeda - Aspectos psicológicos
Data do documento: 2019
Citação: SILVA, Lucas Nonato Souza e. A construção simbólica do dinheiro na infância: estudo comparativo entre estudantes de escolas pública e privada. 2019. 74 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Sociais) - Departamento de Ciências Sociais, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2019.
Abstract: People live in a society in which money is in much of the relationships that individuals establish in their daily lives. Thus, subjects are immersed in this financial context from childhood and therefore end up developing an idea about money that may have influence on how they dealt with their lives as adults. This paper seeks to investigate children's social representations of money. For this purpose, the relationships established by students of the third year of the elementary school of the public school and the private school of the city of Recife were investigated by means of the free association technique in order to discover which representations these groups of individuals had of the money. Through the quantification of the terms used by the children and the analysis of content made, we sought categories that could outline the links that participants make with money and map the place of money in the social life of thesesubjects. With this, it is hoped, minimally, to be able to explain the influences that the social relations and the sharing of spaces have in the formation of the concepts from very early ages in the social coexistence.
Resumo: Vive-se em uma sociedade na qual o dinheiro permeia grande parte das relações que os indivíduos estabelecem no seu cotidiano. Assim, os sujeitos estão imersos nesse contexto financeiro desde a infância e, por conseguinte, acabam por desenvolver uma ideia sobre o dinheiro que pode ter influência na maneira com a qual lidarão com ele nas suas vidas quando adultos. Este trabalho procura investigar as representações sociais que as crianças têm do dinheiro. Para isso, foram pesquisadas, por meio da técnica da associação livre, as relações estabelecidas por estudantes do 3° ano do ensino fundamental de uma escola pública e uma escola privada da cidade do Recife, no intuito de descobrir quais eram as representações que esses grupos de indivíduos tinham do dinheiro. Através da quantificação dos termos utilizados pelas crianças e da análise de conteúdo buscou-se categorias que pudessem delinear as ligações que os participantes fazem com o dinheiro e mapear o local dele na vida social desses sujeitos. Com isso, espera-se, minimamente, poder explicitar as influências que as relações sociais e o compartilhamento dos espaços têm na formação dos conceitos desde idades muitos iniciais na vida em sociedade.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2078
Aparece nas coleções:(CDIBCS) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_lucasnonatosouzaesilva.pdf1,2 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.