Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/2056
Título: Análise da percepção de estudantes do ensino médio quanto aplicações atuais da teoria da evolução e medidas facilitadoras do ensino-aprendizagem
Autor: Carlos, Isabella Ribeiro
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/7389871566380539
Orientador: Montes, Martin Alejandro
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/0349635170206363
Palavras-chave: Evolução (Biologia);Ciências da vida - Estudo e ensino;Prática de ensino;Aprendizagem
Data do documento: 5-Dez-2019
Citação: CARLOS, Isabella Ribeiro. Análise da percepção de estudantes do ensino médio quanto aplicações atuais da teoria da evolução e medidas facilitadoras do ensino-aprendizagem. 2019. 36 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Ciências Biológicas) - Departamento de Biologia, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2019.
Resumo: O conhecimento profundo acerca da teoria sintética da evolução, bem como da aplicabilidade dos princípios que regem a mesma nos tempos atuais, retrata a importância que descobertas científicas históricas possuem fora do cotidiano acadêmico. O presente trabalho tem como objetivo averiguar a percepção de alunos quanto a aplicabilidade dos princípios da teoria da evolução nos dias atuais. Foram feitos questionários avaliativos e de sondagem para os discentes com cinco perguntas relacionadas ao tema e três perguntas relacionadas a caracterização do indivíduo, foram realizadas aulas intituladas ‘’Aplicabilidades da Teoria Sintética da Evolução’’ de forma expositiva dialogada, com duração máxima quarenta minutos com 68 alunos do ensino médio. Como produto didático foram criados quatro experimentos: (a) Pirâmide de blocos e a interdependência das espécies, (b) Bóia-não-bóia: Inundações com ferramenta dispersora de espécies de plantas, (c) Cartazes e cores: Mariposas e a seleção natural durante a revolução industrial e (d) Aviões de papel e diferenças de voo- aves e suas adaptações e a avaliação da percepção prévia dos alunos diante aos princípios da evolução no meio ambiente configurou falhas na identificação da mutação como um mecanismo evolutivo e a percepção da ocorrência da evolução de forma rápida, bem como a identificação de outros mecanismos, além da seleção para ocorrência da mesma. Entretanto, nota-se que a maioria dos entrevistados apresenta, ainda que empiricamente, conceitos de hereditariedade. Deste modo, as referidas atividades contribuíram para averiguar a interdisciplinaridade do tópico e o conhecimento sistêmico da área, bem como a desmitificação dos conceitos evolutivos para os docentes frente a uso de metodologias ativas de ensino.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2056
Aparece nas coleções:(CDILCB) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_isabellaribeirocarlos.pdf361,75 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.