Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/2037
Título: Análise do currículo do Estado de Pernambuco quanto a presença e abordagem dos gêneros textuais
Autor: Silva, Jainy de Noronha
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/5308203030677585
Orientador: Silva, Elaine Cristina Nascimento da
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/2898599129662523
Palavras-chave: Currículos - Avaliação;Língua portuguesa - Estudo e ensino;Atividades criativas na sala de aula;Textos
Data do documento: 2019
Citação: SILVA, Jainy de Noronha. Análise do currículo do Estado de Pernambuco quanto a presença e abordagem dos gêneros textuais. 2019. 76 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Pedagogia) – Unidade Acadêmica de Garanhuns, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Garanhuns, 2019.
Abstract: This work investigated how textual genres are being treated in the Pernambuco Curriculum in relation to the Early Years of Elementary Education. To better develop the research, we adopted a curriculum concept as a cultural artifact where there is a dialogue between socially constructed knowledge and school knowledge (SILVA, 2007; MOREIRA; CANDAU, 2007). Likewise, we take as a base, a conception of language and language based on the notion of textual genres as human interaction and cultural and cognitive form of social action (BAKHTIN, 1997; SOARES, 2002; GERALDI, 2011; MARCUSCHI, 2008). The research has a documentary character, as it analyzed a document officially recognized by the State with the aim of showing the information contained in it in another way and enabling access to the maximum amount of information qualitatively (BARDIN, 1977). The Language Notebook was analyzed, more specifically the part referring to the Portuguese Language Curricular Component. Through the data obtained, we found, initially, that the document brings a more current perspective of the curriculum which perceives it as a cultural element capable of articulating the proposed with the lived and that goes beyond the prescribed. Then, we note that the document is in line with the most current studies on the teaching of the Portuguese language, based on reference authors, although some terms are not properly developed. We also identified that the Curriculum encourages work with genders from the four axes of teaching the Portuguese Language - Reading, Text Production, Orality and Linguistic Analysis - although it does not guide the articulation between these axes. In addition, it directs the teacher to work with the diversity of textual genres belonging to different fields of action, giving suggestions of genres to be worked on and following a progression from the 1st to the 5th year. We saw, finally, that the document addresses so many social aspects, as formal and linguistic of the genres, observing a slight emphasis on the identification and reproduction of the forms of composition of the genres. Given these data, we conclude that the Pernambuco Curriculum assists in the appropriation of different genres, but the teacher must have a posture of professor-researcher and investigate the document critically and reflexively in his readings, not having it as a principle of his practice, but as one of the means that guides the didactic paths of your classes.
Resumo: Este trabalho investigou como os gêneros textuais estão sendo tratados no Currículo de Pernambuco em relação aos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Para melhor desenvolver a pesquisa, adotamos uma concepção de currículo como um artefato cultural onde há o diálogo entre os saberes socialmente construídos e os conhecimentos escolares (SILVA, 2007; MOREIRA; CANDAU, 2007). Da mesma forma, tomamos como base, uma concepção de linguagem e língua pautada na noção de gêneros textuais como interação humana e forma cultural e cognitiva de ação social (BAKHTIN, 1997; SOARES, 2002; GERALDI, 2011; MARCUSCHI, 2008). A pesquisa tem um caráter documental, pois analisou um documento reconhecido oficialmente pelo Estado com o intuito de mostrar de outra maneira a informação nele contida e possibilitar o acesso ao máximo de informações qualitativamente (BARDIN, 1977). Foi analisado o Caderno de Linguagens, mais especificamente a parte referente ao Componente Curricular Língua Portuguesa. Através dos dados obtidos, constatamos, inicialmente, que é trazida no documento uma perspectiva mais atual de currículo a qual percebe este como um elemento cultural capaz de articular o proposto com o vivido e que vai além do prescrito. Em seguida, observamos que o documento está em consonância com os estudos mais atuais sobre o ensino da Língua Portuguesa, tomando como base autores de referência, embora alguns termos não sejam devidamente desenvolvidos. Identificamos, também, que o Currículo incentiva o trabalho com os gêneros a partir dos quatro eixos de ensino da Língua Portuguesa – Leitura, Produção de texto, Oralidade e Análise Linguística – embora não oriente para uma articulação entre tais eixos. Além disso, encaminha o professor para um trabalho com a diversidade de gêneros textuais pertencentes a diferentes campos de atuação, dando sugestões de gêneros a serem trabalhados e seguindo uma progressão do 1º ao 5º ano. Vimos, por fim, que o documento aborda tantos os aspectos sociais, como formais e linguísticos dos gêneros, observando uma leve ênfase na identificação e na reprodução das formas de composição dos gêneros. Diante desses dados, concluímos que o Currículo de Pernambuco auxilia na apropriação dos diversos gêneros, mas o docente deve ter uma postura de professor-pesquisador e investigar crítica e reflexivamente em suas leituras o documento, não o tendo como princípio de sua prática, mas como um dos meios que orienta os caminhos didáticos de suas aulas.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2037
Aparece nas coleções:(UAGLP) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_jainydenoronhasilva.pdf863,76 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.