Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/2013
Title: Pesquisa de carrapatos (ixodidae) e de protozoários nesses ectoparasitos coletados em equídeos na microrregião de Garanhuns, Pernambuco
Authors: Brito, Renata Silva
metadata.dc.contributor.authorLattes: http://lattes.cnpq.br/1202334001502311
metadata.dc.contributor.advisor: Carvalho, Gílcia Aparecida de
metadata.dc.contributor.advisorLattes: http://lattes.cnpq.br/0551309365838136
Keywords: Carrapatos;Saúde animal;Protozoário
Issue Date: 12-Dec-2019
Citation: BRITO, Renata Silva. Pesquisa de carrapatos (ixodidae) e de protozoários nesses ectoparasitos coletados em equídeos na microrregião de Garanhuns, Pernambuco. 2019. 40 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Medicina Veterinária) – Unidade Acadêmica de Garanhuns, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Garanhuns, 2019.
Description: Carrapatos (Ixodidae) são artrópodes de grande relevância em saúde única e animal, pois os mesmos podem ser vetores de diversos patógenos. Assim, o objetivo deste estudo foi identificar espécies de carrapatos e a frequência em que os mesmos ocorrem em equídeos de áreas rurais e urbanas da microrregião de Garanhuns, Pernambuco. Além disso, o estudo também investigou por biologia molecular patógenos de importância médico-veterinária transmitidos por estes ectoparasitos. Para tanto, carrapatos foram coletados em equídeos dos municípios que compõem a área de estudo. Posteriormente os ixodídeos foram identificados e submetidos à análise molecular (n=50) através da Reação em Cadeia de Polimerase (PCR) para investigar a presença de protozoários. Foram avaliados 94 equídeos de dez municípios, dos quais 68,08% (64/94) animais foram positivos para a presença de carrapatos. Destes, 17 animais provenientes de área urbana e 47 de área rural, dos quais foram coletados 358 carrapatos. Do total de carrapatos coletados, 87,15% (312/358) eram pertencentes à espécie Dermacentor nitens e 12,85% (46/358) a espécie Amblyomma sculptum. Dentre os equídeos parasitados, houve predominância para o parasitismo por Dermacentor nitens com 95,31% (61/64) seguido pela espécie A. sculptum com uma frequência de 4,69% (3/64). Dos equinos de área urbana 100% (91/91) dos carrapatos coletados foram identificados como D. nitens e da área rural 82,77% (221/267) D. nitens e 17,23% (46/267) A. sculptum. Em relação à pesquisa molecular de protozoários, todas as amostras avaliadas foram negativas para Babesia caballi e Theileria equi. Entretanto, novas avaliações com amostragem maior necessitam ser realizadas para avaliar a possível circulação desses protozoários na área estudada. Os resultados obtidos nesse estudo demonstraram a presença de D. nitens e de A. sculptum infestando equídeos provenientes de municípios da microrregião de Garanhuns, o que tem grande relevância, uma vez que esses ectoparasitos tem potencial para a transmissão de patógenos à população equídea da região. Vale ressaltar a necessidade e a importância da continuidade de estudos epidemiológicos referentes à transmissão de agentes patogênicos por ixodídeos, bem como, a implantação de ações de prevenção e de controle contra a infestação por estes carrapatos.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2013
Appears in Collections:TCC - Bacharelado em Medicina Veterinária (UAG)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tcc_renatasilvabrito.pdf1,55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.