Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/1980
Title: Síndrome de Burnout e sonolência diurna excessiva em professores universitários
Authors: Freitas, Kamila de Melo
metadata.dc.contributor.authorLattes: http://lattes.cnpq.br/0488833289227547
metadata.dc.contributor.advisor: Lima, Anna Myrna Jaguaribe de
metadata.dc.contributor.advisorLattes: http://lattes.cnpq.br/6743434574905339
metadata.dc.contributor.advisor-co: Silva, Aurea Letícia Gomes da
metadata.dc.contributor.advisor-coLattes: http://lattes.cnpq.br/4368077040588552
Keywords: Sono;Professores universitários – Stress ocupacional;Burnout (Psicologia)
Issue Date: 2019
Citation: FREITAS, Kamila de Melo. Síndrome de Burnout e sonolência diurna excessiva em professores universitários. 2019. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Biológicas) - Departamento de Biologia, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2019.
Abstract: Burnout syndrome (SB) characterizes an individual with ongoing physical, mental, and emotional fatigue linked directly to the work environment. It has become a characteristic of the teaching profession and, consequently, affectsthe sleep quality of this population. Objective:In addition to identifying signs of the presence of SB in professors at the Federal Rural University of Pernambuco (UFRPE), the present study aimed to verify its association with excessive daytime sleepiness indexes in these professionals. Methods:40 university professors from the Departments of Bachelor's degrees in Biological Sciences, Mathematics and Chemistry of the Federal Rural University of Pernambuco were evaluated. The preliminary burnout identification questionnaire (QPIB) and the Epworth scale were used as assessment tools. For statistical analysis, the Kolmogorov-Smirnov test was used to test the normality of the data and to correlate the burnout syndrome and excessive daytime sleepiness, the Spearman correlation test was applied, considering a p <0.05 as the level of statistical significance. Results:We found a weak positive correlation between burnout in numbers and ESE (r = 0.40, p = 0.01), emotional exhaustion and ESE did not present a positive correlation (r = 0.308, p = 0.05 (r = 0.371, p = 0.01), and professional performance, and ESE presented a moderate positive correlation (r = 0.437, p = 0.005). According to our results, the variables burnout and ESE are moderately associated with each other. As a result, university teachers are increasingly showing signs of developing burnout syndrome and that they are positively associated with excessive daytime sleepiness.
Description: Síndrome deburnout (SB) caracteriza um indivíduo com um cansaço contínuo físico, mental e emocional ligado diretamente ao ambiente de trabalho. Tornou-se característica da profissão de docentes e como consequência causa prejuízos a qualidade do sono dessa população.Objetivo:o presente estudo buscou verificar a associação entre os sintomas da síndrome de burnout e a sonolência diurna excessiva em professores universitários da UFRPE.Métodos:Foram avaliados 40 professores universitários, dos Departamentos deBacharelado e Licenciatura em Ciências Biológicas, Matemática e Química da UniversidadeFederal Rural de Pernambuco. O questionário preliminar de identificação daburnout(QPIB) e a escala de sonolência de Epworth (ESE) foram utilizados como instrumentos de avaliação. Para análise estatística, foi utilizado o teste de Kolmogorov-Smirnov para testar a normalidade dos dados e para correlacionar a síndrome de burnout e a sonolência diurna excessiva, o teste de correlação de Spearman foi aplicado, considerando um p<0,05 como nível de significância estatística.Resultados: Obtivemos uma correlação positiva moderada entre a SBe o escore da ESE (r= 0,40; p= 0,01). Já quando analisamos a correlação entre as dimensões do QPIB e o escore da ESE, a exaustão emocional e a ESE não apresentaram correlação (r=0,308; p=0,05), a despersonalização e a ESE mostraram correlação positiva fraca (r=0,371; p=0,01) e a realização profissional e a ESE apresentaram correlação positiva moderada (r=0,437; p=0,005). Desta forma, conclui-se que existe associação entre a SB e a ESE, mostrando que esta síndrome pode trazer consequências sistêmicas comprometendo o sono e gerando sintomas como é o caso da sonolência diurna excessiva.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1980
Appears in Collections:TCC - Bacharelado em Ciências Biológicas (Sede)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tcc_kamilademelofreitas.pdf759,4 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.