Please use this identifier to cite or link to this item: https://repository.ufrpe.br/handle/123456789/1937
Title: Produção de poedeiras comerciais na granja Almeida Ltda: relato de caso
Authors: Almeida, Hellen Dayane Lima de
metadata.dc.contributor.advisor: Freitas, Almir Chalegre de
metadata.dc.contributor.advisorLattes: http://lattes.cnpq.br/8971623206736259
Keywords: Aves - Criação;Indústria avícola;Poedeira comercial;Ovos - Produção
Issue Date: 13-Dec-2019
Citation: ALMEIDA, Hellen Dayane Lima de. Produção de poedeiras comerciais na granja Almeida Ltda: relato de caso. 2019. 47 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Medicina Veterinária) – Unidade Acadêmica de Garanhuns, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Garanhuns, 2019.
Description: O Estágio Supervisionado Obrigatório - ESO teve início em 12/09/2019 e término em 22/10/2019, que proporcionou carga horária de 405 horas, de acordo com as normas do ESO do Curso de Medicina Veterinária da Unidade Acadêmica de Garanhuns - UAG, sendo realizado na empresa Granja Almeida Ltda que incluiu toda a cadeia de produção de ovos comerciais, através do acompanhamento e realização das atividades práticas de manejo nas diferentes fases de criação das poedeiras comerciais, e em locais distintos: granjas de cria e recria (Agra I, Modelo 1 e Mirim), na fábrica de ração ( Belo Jardim e São Bento do Una) e em granjas de produção em todas as unidades localizadas na Mesorregião do Agreste Pernambucano. A monografia baseou-se num Relato de Caso com cunho de acompanhar, vivenciar e realizar as atividades práticas de manejo que foram realizadas nas diferentes fases de criação de poedeiras comerciais, bem como avaliar e estudar os fatores imprescindíveis para sucesso na criação destas aves, e consequentemente, que interferem nos resultados zootécnicos. Dentre os fatores que interferem nos resultados produtivos dos lotes, podemos citar a genética, a nutrição, sanidade, instalações e ambiência, equipamentos e o manejo. Estes fatores estão coligados de forma que não podemos considerá-los isoladamente; onde, qualquer descuido poderá interferir nos resultados zootécnicos e econômicos da atividade. O manejo poderíamos definir como sendo as práticas de manejo que foram realizadas nas diferentes fases de criação da atividade em questão, com objetivo de proporcionar o melhor conforto possível às aves, e deste modo para que as mesmas possam expressar seu potencial genético. Portanto, toda a orientação de criação desde o alojamento inicial das pintainhas, aquecimento, arraçoamento, fornecimento de água, pesagens semanais, coleta e classificação dos ovos e custo de produção de uma bandeja de ovos, foram acompanhadas por profissionais qualificados da empresa e por assessores técnicos desta, como Médicos Veterinários, Zootecnistas e Técnicos Agrícolas. Vale salientar, que existiu durante o ESO parcerias com Empresas Privadas que vieram a complementar de forma positiva o seguimento da atividade de postura e da empresa, sendo imprescindíveis na minha formação como graduanda com qualidade, senso crítico e com possibilidades de inclusão no mercado de trabalho.
URI: https://repository.ufrpe.br/handle/123456789/1937
Appears in Collections:TCC - Bacharelado em Medicina Veterinária (UAG)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tcc_eso_hellendayanelimadealmeida.pdf1,94 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.