Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/1907
Título: Digestibilidade dos nutrientes no capim Panasco (Aristida adscensionis Linn) e do feno do capim Tifton (Cynodon spp), estimada pela técnica dos sacos móveis, em equinos
Autor: Silva, Djanira Paula Soares de Souza
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/3790457661892586
Orientador: Lucena, Jorge Eduardo Cavalcante
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/5117398890386927
Palavras-chave: Equino;Cavalo;Alimentos - Quallidade;Alimentos - Análise;Digestão
Data do documento: 11-Dez-2019
Citação: SILVA, Djanira Paula Soares de Souza. Digestibilidade dos nutrientes no capim Panasco (Aristida adscensionis Linn) e do feno do capim Tifton (Cynodon spp), estimada pela técnica dos sacos móveis, em equinos. 2019. 25 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Zootecnia) – Unidade Acadêmica de Garanhuns, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Garanhuns, 2019.
Resumo: No Semiárido nordestino, o regime de chuvas tem duração média de três meses, afetando consideravelmente a disponibilidade e a qualidade das forragens, este fato é um dos maiores limitantes para o desenvolvimento agropecuário da região. O bioma Caatinga possui representação significante de gramíneas, mesmo que embora não seja a maior parte da composição, a Caatinga se bem preservada e manejada pode oferecer suporte e alternativas forrageiras para todo o ano, uma espécie que podemos destacar é a Aristida adscensionis Linn (Capim Panasco), uma espécie de gramínea nativa do Nordeste brasileiro, que possui como principal característica a baixa exigência em água e produção perene. Objetivou-se com este trabalho estimar a digestibilidade do Capim Panasco (Aristida adscensionis Linn) e do feno do Capim Tifton 85 (Cynodon spp). Tendo em vista os métodos utilizados para estimar a digestibilidade dos alimentos em animais, as técnicas in vivo são consideradas mais precisas, a técnica dos sacos de náilon móveis surge como uma alternativa a técnica de coleta total de fezes. O experimento foi conduzido na Fazenda experimental da UFRPE, tendo duração de 63 dias, sendo 28 dias para a adaptação. Foram utilizados cinco equinos, fêmeas SPRD, com peso médio 350 quilos e idade média de 8 anos. Durante todo o experimento a dieta foi exclusiva de feno de Tifton 85, com consumo correspondente à 2% do peso vivo de matéria seca por dia e sal mineralizado ad libitum. A metodologia utilizada para estimativa da digestibilidade foi à técnica por sacos de náilon móveis. Os sacos foram confeccionados e posteriormente preparados com amostra das gramíneas, que foram previamente analisadas (MS, MM, PB, EE, FDN e FDA). O experimento foi realizado através do delineamento quadrado latino 5X5, sendo 5 éguas SPRD, e 5 gramíneas. Após a incubação e coleta, os sacos foram armazenados em freezer e posteriormente realizadas análises bromatológicas para estimar a digestibilidade. Ficou evidente a superioridade do Cynodon spp (feno de Tifton) em valores correspondentes as análises bromatológicas e a digestibilidade. No entanto, os valores nutricionais apresentados pela espécie nativa, Aristida adscensionis Linn, chamam atenção para sua potencial utilização como alternativa em épocas de escassez, tendo em vista que o valor de proteína bruta é muito semelhante ao Cynodon spp e que a digestibilidade apresentada, teve resultados semelhantes.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1907
Aparece nas coleções:(UAGZOO) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_djanirapaulasoaresdesouzasilva.pdf273,22 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.