Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/1813
Título: “Se adaptava a todos para os ganhar para Cristo”: o processo de cristianização no Japão no século XVI e o método de “acomodação” da Companhia de Jesus
Autor: Mesquita, Victor Vinícius Costa de
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/3872265348158992
Orientador: Leite, Bruno Martins Boto
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/3005775363936476
Palavras-chave: Cristianismo;Evangelização;Japão - História eclesiástica - Século XVII
Data do documento: 2-Dez-2019
Citação: MESQUITA, Victor Vinícius Costa de. “Se adaptava a todos para os ganhar para Cristo”: o processo de cristianização no Japão no século XVI e o método de “acomodação” da Companhia de Jesus. 2019. 64 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em História) - Departamento de História, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2019.
Abstract: Through the Portuguese Crown, christianity came to Japan in 1549, through the Society of Jesus, in a missionary process that lasted until the mid-seventeenth century, when the great persecution of the christian religion by the Japanese government began. It was in the early decades that the missionaries established strategies and methods of evangelization that permeated all the jesuit activity in Japan, especially through father Francisco Xavier, the called “Apostle of the Indies”, and companion of Ignatius de Loyola in the founding of the Order, which first outlined a modus operandi by which the jesuits based to preach and convert the japanese people. One such method is known as “accommodation”, which consisted of adapting missionaries to the japanese cultural universe, such as wearing silken robes, maintaining eating habits according to japanese custom, and observing the rules of etiquette. The priests was “accommodated” in the first twenty years of the mission, but from 1570 the method was discouraged by father Francisco Cabral, who arrived in the archipelago this year, and assumed the post of mission superior. This situation led to debates about the relevance of this methodology within the Society of Jesus, as some priests disagreed with father Cabral's view and defended the use of “accommodation” as a fundamental strategy for the success of the mission. One of them was father Visitador Alessandro Valignano, who on his visit to Japan between 1579 and 1582 officially instituted the method. Through the jesuit writings of this period, from the founding of the mission to the 1580s, we will analyze this debate in general, and also in a specific way, through the works of father Luís Fróis, especially his “Tratado”, written in 1585, in which he compared various european and japanese customs. Since "accommodation" encouraged the study of native culture, we will try to situate the "Tratado" as one of the priests' efforts to apply this method and understand the japanese. KEYWORDS:
Resumo: Por meio da Coroa Portuguesa, o cristianismo chegou ao Japão, em 1549, através da Companhia de Jesus, em um processo de missionação que durou até meados do século XVII, período em que se iniciou a grande perseguição à religião cristã pelo governo japonês. Foi nas décadas iniciais que os missionários estabeleceram estratégias e métodos de evangelização que permearam toda a atividade jesuítica no Japão, sobretudo, por meio do padre Francisco Xavier, o chamado “Apóstolo das Índias”, e companheiro de Inácio de Loyola na fundação da Ordem, que primeiro delineou um modus operandi pelo qual os jesuítas se basearam para pregar e converter o povo nipônico. Um desses métodos é conhecido como “acomodação”, que consistia na adaptação dos missionários ao universo cultural japonês, como a utilização de vestes de sedas, a manutenção de hábitos alimentares conforme o costume japonês e a observação das regras de etiqueta. Os padres se “acomodaram” nos primeiros vinte anos da missão, mas, a partir de 1570, o método foi desencorajado pelo padre Francisco Cabral, que neste ano chegou ao arquipélago, e assumiu o cargo de Superior da missão. Essa situação rendeu debates sobre a pertinência dessa metodologia dentro da Companhia de Jesus, pois alguns padres discordaram da visão do padre Cabral e defenderam a utilização da “acomodação” como uma estratégia fundamental para o sucesso da missão. Um deles foi o padre Visitador Alessandro Valignano, que em sua visita ao Japão, entre os anos de 1579 e 1582, instituiu o método de maneira oficial. Através dos escritos jesuíticos desse período, da fundação da missão à década de 1580, analisaremos esse debate de uma forma geral, e também de uma forma específica, por meio das obras do padre Luís Fróis, sobretudo de seu “Tratado”, escrito em 1585, no qual comparou diversos costumes europeus e japoneses. Uma vez que a “acomodação” incentivava o estudo da cultura nativa, tentaremos situar o “Tratado” como um dos esforços dos padres de aplicarem esse método e compreenderem os japoneses.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1813
Aparece nas coleções:(CDILH) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_victorviniciuscostademesquita.pdf601,68 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.