Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/1808
Título: Polícia em tempos de guerra: o corpo de polícia provisório de Pernambuco (1864 – 1870)
Autor: Souza, Reydson Augusto Machado de
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/2830083737164761
Orientador: Silva, Wellington Barbosa da
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/1213688229016782
Palavras-chave: Polícias - Pernambuco - História;Paraguai, Guerra do, 1865-1870;Administração policial - Pernambuco - História
Data do documento: 12-Dez-2019
Citação: SOUZA, Reydson Augusto Machado de. Polícia em tempos de guerra: o corpo de polícia provisório de Pernambuco (1864 – 1870). 2019. 25 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em História) - Departamento de História, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2019.
Abstract: This article deals with the Police, which in practice was and continues to be the most tangible state institution for a large part of the population, since it is through their action that many citizens have contact with the public power, reinforcing the assumption that the State has brute force as a mechanism of power. In Pernambuco, throughout the nineteenth century, the Police Corps varied in its organization, contingent and distribution of detachments throughout the various regions of the province. But in the period from 1864 to 1870, this variation gained an extra component: the outbreak of the Paraguayan War. In 1865, with the beginning of the war, there was a need for a military reorganizationaimed at moving troops to the front - a situation that also involved the Police Corps. As a portion of its staff volunteered to participate in the war effort, the provincial government had to create a provisional public force to continue the police service in Pernambuco. Counting on the documentary contribution of the annals of the Provincial Legislative Assembly and the collection of provincial laws, under the custody of the Arquivo Estadual Jordão Emerenciano (APEJE), this article aims precisely to analyze how the Police Corps was organized in the early years of the aforementioned war in an attempt to understand its relations with the State and society in the period in question.
Resumo: O presente artigo aborda a Polícia, que na prática, era e continua sendo a instituição estatal mais palpável para grande parte da população, pois é por meio de sua ação que muitos cidadãos têm contato com o poder público, reforçando o pressuposto de que o Estado tem a força bruta como mecanismo de poder. Em Pernambuco, durante todo o século XIX, o Corpo de Polícia variou em sua organização, contingente e distribuição dos destacamentos pelas diversas regiões da província. Mas, no período de 1864 a 1870, essa variação ganhou um componente extra: a eclosão da Guerra do Paraguai. No ano de 1865, com o início da referida guerra houve a necessidade de uma reorganização militar visando o deslocamento de tropas para o front – uma situação que também envolveu o Corpo de Polícia. Como uma parcela do seu efetivo se voluntariou para participar do esforço bélico, o governo provincial teve de criar uma força pública, de caráter provisório, para continuar o serviço de policiamento em Pernambuco. Contando com o aporte documental dos anais da Assembleia Legislativa provincial e da coleção de leis provinciais, sob a guarda do Arquivo Público Estadual Jordão Emerenciano (APEJE), este artigo tem justamente como objetivo analisar como organizou-se o Corpo de Polícia nos anos iniciais da supracitada guerra na tentativa de compreender suas relações com o Estado e a sociedade no período em tela.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1808
Aparece nas coleções:(CDILH) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_art_reydsonaugustomachadodesouza.pdf488,69 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.