Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/1801
Título: Correlação entre a qualidade do sono e o nível de atividade física em estudantes universitários
Autor: Monte, Jéssica do Carmo Anjos do
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/4770348637819580
Orientador: Lima, Anna Myrna Jaguaribe de
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/6743434574905339
Co-orientador : Silva, Aurea Letícia Gomes da
Endereço Lattes do Co-orientador : http://lattes.cnpq.br/4368077040588552
Palavras-chave: Sono - Qualidade;Exercícios físicos - Aspectos da saúde;Estudantes universitários
Data do documento: 2019
Citação: MONTE, Jéssica do Carmo Anjos do. Correlação entre a qualidade do sono e o nível de atividade física em estudantes universitários. 2019. 38 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Educação Física) - Departamento de Educação Física, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2019.
Abstract: Poor sleep quality can have consequences for students' health and academic development, and, coupled with a low level of physical activity, may be related to an increased risk of premature death from heart disease, type 2 diabetes, and increased health problems. anxiety and depression. Accepting high academic demands, or the scenario experienced by most college students can contribute to a reduction in the level of physical activity and impairment of sleep quality. Thus, the study aims to correlate sleep quality and physical activity level in college students. One sample consisted of 56 (fifty-six) university students from the Federal Rural University of Pernambuco, of both sexes, with an average age of 25.5 ± 5.9 years. The students were evaluated at the Federal Rural University of Pernambuco, and the instruments used in the collection were the following questionnaires: Pittsburgh Sleep Quality Index (PSQI): for sleep quality assessment and the International Physical Activity Questionnaire, short version (IPAQ - short version): for assessment of the level of physical activity. According to the results, 82% of students were rated poor sleep quality and 43% were rated very active. However, there was no association between the level of physical activity and the students' sleep quality (r = 0.14; p> 0.05). Thus, we can conclude that there is no association between sleep quality and physical activity level in college students, still mostly in students who are classified as very active or active, and have a poor quality of sleep. , a cause of poor sleep quality is multifactorial, other factors may compromise the sleep quality of these students. This way, it is suggested that future research be carried out to identify the main causes and factors that negatively affect sleep quality, and projects that are subjected to research on encouragement, promotion and adequacy of sleep and regularly exercise.
Resumo: Uma qualidade do sono ruim pode trazer consequências para a saúde e o desenvolvimento acadêmico dos estudantes e aliada a um baixo nível de atividade física, podem estar associadas a um maior risco de morte prematura por doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e a maiores sintomas de ansiedade e depressão. Devido à grande demanda acadêmica, o cenário vivido pela maioria dos estudantes universitários pode contribuir para uma redução no nível de atividade física e comprometer a qualidade do sono. Desta forma, o estudo tem como objetivo, correlacionar a qualidade do sono e o nível de atividade física em estudantes universitários. A amostra foi composta por 56 (cinquenta e seis) estudantes universitários da Universidade Federal Rural de Pernambuco, de ambos os sexos, com idade média de 25,5±5,9 anos. Os alunos foram avaliados na Universidade Federal Rural de Pernambuco, e os instrumentos utilizados na coleta foram os seguintes questionários: índice de qualidade do sono de Pittsburgh (PSQI): para avaliação da qualidade do sono e o questionário internacional de atividade física, versão curta (IPAQ- versão curta): para a avaliação do nível de atividade física. De acordo com os resultados, 82% dos estudantes foram classificados com qualidade do sono ruim e 43% foram classificados como muito ativos. Entretanto, não houve associação entre o nível de atividade física e a qualidade do sono dos estudantes (r=0,14; p>0,05). Desta forma, podemos concluir que não há associação entre a qualidade do sono e o nível de atividade física nos estudantes universitários, ainda que em sua maioria, os estudantes sejam classificados como muito ativos ou ativos, e apresentem uma qualidade do sono ruim. Como a causa da qualidade do sono ruim é multifatorial, outros fatores podem comprometer a qualidade do sono destes estudantes. Desse modo, sugere-se que pesquisas futuras sejam realizadas a fim de identificar as principais causas e fatores que influenciam negativamente na qualidade do sono, e projetos sejam desenvolvidos pelas universidades para incentivo, promoção e adequação do sono e prática de exercício regular pelos estudantes.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1801
Aparece nas coleções:(CDILEF) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_jessicadocarmoanjosdomonte.pdf547,94 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.