Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/1755
Título: Uso dos cinco domínios para avaliar o bem-estar de equinos
Autor: Atroch, Thayná Milano Assis
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/9994140013467223
Orientador: Hunka, Monica Miranda
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/1815463974122207
Palavras-chave: Cavalos - Comportamento;Bem-estar animal;Fisiologia veterinária
Data do documento: 6-Dez-2019
Citação: ATROCH, Thayná Milano Assis. Uso dos cinco domínios para avaliar o bem-estar de equinos. 2019. 44 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Zootecnia) - Departamento de Zootecnia, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2019.
Abstract: The vast majority of horses bred in the state of Pernambuco are subjected to confinement, generally living in individual stalls where they spend most of their time and therefore deprived of their natural eating and social behavior. This situation endangers the physical and mental health of these animals, since by their nature they are free-living animals, having exploratory behavior throughout the day. Thus, it is very common for the animal welfare of horses to be easily compromised when they are confined. With frequent concern about animal welfare, the Model of Five Domains of Animal Welfare came up with the objective of evaluating animal welfare respecting their physiological aspects, being done in a complete, systematic and comprehensive manner. In this context, the objective of the study was to quantitatively evaluate the welfare status of several properties in the state of Pernambuco. To this end, an assessment sheet was made using the Practical Guide to Equine Welfare as a basis, where it is possible to measure animal welfare on a scale from extremely positive to extremely negative. Then, visits were made to 17 properties in the Metropolitan Region, Zona da Mata and Agreste of Pernambuco, where all topics of the Five Domains were observed and the welfare status of the animals was determined. From the results it was observed that generally, in all properties, the Five Domains achieved welfare status "A". However, quantitatively evaluating each domain, it was noted that some aspects received greater attention in their evaluations, such as environmental conditioning, varied diet and exploratory behavior of animals. For such, some management practices were highlighted, capable of providing a positive balance for the domains. With the work, it was possible to conclude that the Welfare Assessment Sheet is a practical and effective way to evaluate the animal welfare in the properties, and it was found that the evaluated properties meet the good welfare practices. being animal. It is pertinent that in the future, educational booklets will be developed that will give breeders the opportunity to know and adopt new management practices in order to further maximize the quality of life of their animals.
Resumo: A grande maioria dos equinos criados no estado de Pernambuco é submetida ao confinamento, geralmente em baias individuais onde passam maior parte do tempo, sendo, privados de exercer seu comportamento alimentar e social naturais. Tal situação põe em risco a saúde física e mental destes animais, visto que, por sua natureza são animais de vida livre, possuindo comportamento exploratório durante todo o dia. Assim o bem-estar animal (BEA) dos equinos é facilmente comprometido quando estes são confinados. Com a frequente preocupação a respeito do BEA, o modelo dos Cinco Domínios do Bem-estar Animal surgiu com o objetivo avaliar o bem-estar dos animais respeitando seus aspectos fisiológicos, sendo feita de maneira completa, sistemática e abrangente. Neste contexto, objetivou-se com este estudo foi avaliar quantitativamente o status do bem-estar de diversas propriedades do estado de Pernambuco. Para tal, foi feita uma ficha avaliativa utilizando como base o Guia Prático de Bem-estar de Equídeos, por onde é possível mensurar o BEA numa escala de extremamente positivo a extremamente negativo. Então, foram realizadas visitas em 17 propriedades da Região Metropolitana, Zona da Mata e Agreste de Pernambuco, onde foram observados todos os tópicos dos Cinco Domínios e determinado o status de bem-estar no qual os animais se encontravam. Por meio dos resultados foi observado que, de maneira geral, em todas as propriedades, os Cinco Domínios alcançaram o status de bem-estar “A”. Porém, avaliando quantitativamente cada domínio, foi notado que alguns aspectos receberam maior atenção em suas avaliações, como, por exemplo, o condicionamento do ambiente, alimentação variada e comportamento exploratório dos animais. Para tais, foram destacadas algumas práticas de manejo capazes de proporcionar um balanço positivo para os domínios. Com o trabalho, foi possível concluir que a Ficha de Avaliação do Bem-estar é uma forma prática e eficaz de avaliar o BEA nas propriedades, e com ela, constatou-se que as propriedades avaliadas atenderam às boas práticas de bem-estar animal. Sendo pertinente a elaboração de cartilhas educativas que deem aos criadores a oportunidade de conhecerem e adotarem novas práticas de manejo a fim de maximizar ainda mais a qualidade de vida dos seus animais.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1755
Aparece nas coleções:(CDIZOO) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_thaynamilanoassisatroch.pdf1,38 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.