Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/1694
Título: Respostas fisiológicas de ovinos alimentados com palma forrageira
Autor: Silva Neto, José Francisco da
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/5375824647061219
Orientador: Guim, Adriana
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/5179137865818915
Palavras-chave: Ovinos - Nutrição;Palma forrageira;Bioclimatologia
Data do documento: 18-Jun-2019
Citação: SILVA NETO, José Francisco da. Respostas fisiológicas de ovinos alimentados com palma forrageira. 2019. 41 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Zootecnia) - Departamento de Zootecnia, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2019.
Abstract: The aim of study was to evaluate the effect of forage palm based diets on the physiological indicators of sheep, as well as, to analyze the correlation of these parameters with total digestible nutrients consumption. For this, the experimental protocol was approved by CEUA/UFRPE, under the license of 053/2015, using 36 lambs, with an average age of six months and initial body weight of 23.0 ± 3.11 kg, distributed in a design completely randomized, with three treatments and 12 repetitions. The experimental period comprised 86 days, with a base diet (Tifton hay, maize corn, soybean meal, urea, and mineral salt) and diets in which Tifton hay was partially replaced by forage palm (either Nopalea Cochenillifera Salm Dyck or Opuntia stricta Haw). The diets were given twice a day in the form of complete feed. In order to evaluate the physiological parameters, respiratory frequency (RF), heart rate (HR), rectal temperature (RT) and body temperature (BT) were measured. These data were collected on the 50th and 55th experimental days at 8:00 am and 3:00 p.m. Also, the air temperature and air moisture were measured during the experiment. The obtained data were submitted to analysis of variance and average grade comparison by Tukey test and Pearson correlation analysis between variables. No interaction has been noticed between the diet and the shift, nor was there a dietary effect on the evaluated variables. However, RF and BT were higher in the morning in comparison to the afternoon shift. All the values recorded for HR and RF were above normal for the species. It was verified that the variables RF and BT correlated positively and significantly with the intake of total digestible nutrients in the animals that received the control diet in both shifts. It is concluded that the experimental diets did not cause damages to the physiological parameters, and the climatic conditions are responsible for increasing the physiological variables.
Resumo: Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito de dietas à base de palma forrageira sobre os indicadores fisiológicos de ovinos, bem como analisar a correlação desses parâmetros com o consumo de nutrientes digestíveis totais. Foram utilizados 36 cordeiros, com idade média de 6 (seis) meses e peso corporal inicial médio de 23,0 ± 3,11 kg, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, com três tratamentos e 12 repetições. O período experimental foi de 86 dias, sendo fornecida uma dieta base (composta por feno de capim Tifton, fubá de milho, farelo de soja, ureia pecuária e sal mineral) e dietas nas quais o feno de capim Tifton foi parcialmente substituído por palma miúda ou orelha de elefante mexicana. O fornecimento das dietas foi realizado duas vezes ao dia, na forma de ração completa. Para avaliação dos parâmetros fisiológicos foram aferidas frequência respiratória (FR), frequência cardíaca (FC), temperatura retal (TR) e corporal (TC), sendo esses dados coletados no 50º e 55º dias experimentais às 8:00 e 15:00 horas. A temperatura e umidade relativa do ar foram mensuradas durante o experimento. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey e análise de correlação de Pearson entre as variáveis. Não foi observada interação entre a dieta e o turno, como também não houve efeito dietético sobre as variáveis avaliadas. No entanto, a FR e TC foram maiores no período da manhã em comparação com o turno da tarde e todos os valores registrados para a FC e FR estavam acima da normalidade para a espécie. Verificou-se que as variáveis FR e TC correlacionaram-se positiva e significativamente com a ingestão de nutrientes digestíveis totais nos animais que receberam a dieta controle em ambos os turnos. Conclui-se que as dietas experimentais não provocam prejuízos aos parâmetros fisiológicos, sendo as condições climáticas as responsáveis por aumentarem as variáveis fisiológicas.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1694
Aparece nas coleções:(CDIZOO) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_joséfranciscodasilvaneto.pdf1,02 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.