Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/1550
Title: Ixodidofauna e pesquisa de Babesia spp. em carrapatos coletados em eqüídeos provenientes do Agreste Meridional de Pernambuco
Authors: Santos, Marcos Antônio Bezerra
metadata.dc.contributor.authorLattes: http://lattes.cnpq.br/1969054260766795
metadata.dc.contributor.advisor: Carvalho, Gílcia Aparecida de
metadata.dc.contributor.advisorLattes: http://lattes.cnpq.br/0551309365838136
metadata.dc.contributor.advisor-co: Ramos, Rafael Antonio do Nascimento
metadata.dc.contributor.advisor-coLattes: http://lattes.cnpq.br/2384915943197683
Keywords: Equino - Doenças;Veterinária;Carrapatos;Parasitismo;Saúde Pública
Issue Date: 11-Jul-2018
Citation: SANTOS, Marcos Antônio Bezerra. Ixodidofauna e pesquisa de Babesia spp. em carrapatos coletados em eqüídeos provenientes do Agreste Meridional de Pernambuco. 2018. 60 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Medicina Veterinária) – Unidade Acadêmica de Garanhuns, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Garanhuns, 2018.
Description: Carrapatos apresentam grande importância em saúde pública e animal, pois os mesmos podem ser vetores de diversos patógenos e causar irritações, alergias, reações tóxicas e paralisia nos seus hospedeiros. Além disso, estes ectoparasitos são responsáveis por grandes perdas econômicas na agropecuária relacionadas principalmente com os gastos com acaricidas, diminuição na produção, mortalidade e custos para profilaxia dos agentes transmitidos. Sendo assim, o presente estudo teve como objetivo analisar a diversidade de carrapatos que acometem equídeos, bem como pesquisar protozoários do gênero Babesia nesses ectoparasitos no Agreste Meridional de Pernambuco, Brasil. Para isso, equídeos (equinos, asininos e muares) de propriedades rurais dos municípios que compõem a área de estudo foram avaliados quanto a infestação por carrapatos e amostras desses ectoparasitos foram coletadas nos animais infestados. Os espécimes coletados foram identificados e posteriormente submetidos à análise molecular através da Reação em Cadeia de Polimerase (PCR) para investigar a presença de protozoários do gênero Babesia. Entre agosto de 2017 a março de 2018 foram avaliados 104 equídeos (1 asinino, 1 muar e 102 equinos) provenientes de 40 propriedades rurais de 10 municípios, dos quais foram coletadas 1560 amostras de carrapatos, sendo 89,87% (1402/1560) pertencentes a espécie Dermacentor nitens e 10,13% (158/1560) da espécie Rhipicephalus (Boophilus) microplus. Dos equídeos avaliados, 45,19% (47/104) foram positivos para D. nitens, e 8,65% (9/104) para a espécie R. (B.) microplus. Todas as amostras avaliadas foram negativas para protozoários do gênero Babesia. Os resultados obtidos neste estudo demonstraram a presença de carrapatos das espécies D. nitens e R. (B.) microplus em equídeos os provenientes de propriedades oriundas de municípios da Microrregião do Agreste Meridional de Pernambuco, o que é de grande importância para a tomada de decisões relacionadas às estratégias de controle e prevenção da infestação por estes ixodídeos. Os resultados da PCR foram negativos para Babesia spp. Contudo, dada a importância destes ectoparasitos para a ocorrência de doenças, a presença dos mesmos infestando a população equídea da região mostra a necessidade e a importância de estudos epidemiológicos referentes à transmissão de agentes patogênicos.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1550
Appears in Collections:TCC - Bacharelado em Medicina Veterinária (UAG)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tcc_marcosantôniobezerrasantos.pdf1,45 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.