Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/1334
Title: Compreendendo a associação de fatores bióticos e abióticos na larvicultura de tilápia (Oreochromis niloticus) em diferentes fotoperíodos
Authors: Sousa, Valkiria Alves de
metadata.dc.contributor.authorLattes: http://lattes.cnpq.br/2552157766170811
metadata.dc.contributor.advisor: Souza, Luciana Sandra Bastos de
metadata.dc.contributor.advisorLattes: http://lattes.cnpq.br/1186468548787818
Keywords: Tilápia (Peixe);Peixes - Criação;Água - Qualidade
Issue Date: 2019
Citation: SOUSA, Valkiria Alves de. Compreendendo a associação de fatores bióticos e abióticos na larvicultura de tilápia (Oreochromis niloticus) em diferentes fotoperíodos. 2019. 47 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia de Pesca) – Unidade Acadêmica de Serra Talhada, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Serra Talhada, 2019.
Abstract: The increase in fish consumption makes it essential to design more efficient production systems, in this context, environmental modifications as is the case of photoperiod can contribute to this improvement. The tilapia responses to photoperiod were not well studied in the environmental conditions of the Brazilian semiarid and become important for the conception of more sustainable managements, management of natural resources (water) and maximization of the production system. Thus, it was considered the hypothesis that tilapia fingerlings respond positively to photoperiod. This study investigated the influence of photoperiod on the development and Association of biotic and abiotic factors in the larviculture of tilapia (Oreochromis niloticus) in different photoperiods. The experiment was conducted between December 02, 2017 to January 02, 2018, in the experimentation with aquatic organisms, belonging to the Academic Unit of Serra Talhada (UAST) of the Federal Rural University of Pernambuco (UFRPE), Serra Talhada, Pernambuco. The tilapia Alevines initially presented weight, width and length equal to 0.018 ± 0.0047 g, 2.36 ± 0.16 mm and 10,57 ± 0.70 mm, respectively. The animals were fed six times a day (08:00, 10:00; 12:00; 14:00; 16:00 and 18:00) with commercial ration (55% of crude protein) equivalent to 2.5% of the biomass of the individuals. We used a completely randomized design with four treatments represented by the luminosity conditions: 0L: 24D, 12L: 12D (Control), 18L: 6D, 24L: 0D and four replications,where L (light) and D (dark). Abiotic factors were considered: temperature, conductivity, hydrogenionic potential, potential oxide reduction, total dissolved solids, dissolved and saturated oxygen. In turn, biotic factors were related to zootechnical parameters. Information related to water quality (temperature, dissolved oxygen, oxide reduction potential, conductivity and pH) were obtained daily in the morning and afternoon periods. Additionally, biometric analyses were performed throughout the experimentto determine the length, width and mass of the animal. This information was used to quantify the mass gain, specific growth rate and apparent feed conversion. The final number of individuals was also counted for the determination of the survival rate. The data were subjected to descriptive statistical analysis and analyses of variance, use of the main component technique and multiple regression model to estimate the weight gain of the alevines. Mass gain values of 0.1028 were observed; 0.1219; 0.1512 and 0.1746 for the treatments of 0l: 24D, 12L: 12D, 18L: 6D and 24L: 0D respectively. The photoperiod influenced the mass gain, and the light exposure of 18L: 6D and 24L: 0D promoted improvements in the survival rate and apparent feed conversion of the Alevinos. The mass gain of tilapia alevines was especially affected by dissolved and saturated oxygen, length and photoperiod.
Description: O aumento no consumo de peixe torna imprescindível a concepção de sistemas de produção mais eficientes, neste contexto, as modificações ambientais como é o caso do foto período podem contribuir para esta melhoria. As respostas da tilápia ao fotoperíodo não foram bem estudadas nas condições ambientais do Semiárido brasileiro e tornam-se importantes para a concepção de manejos mais sustentáveis, gestão dos recursos naturais (água) e maximização do sistema de produção.Assim, considerou-se a hipótese que os alevinos de tilápia respondem de forma positiva ao fotoperíodo.Este trabalho investigou a influência do foto período no desenvolvimento e na associação dos fatores bióticos e abióticos na larvicultura de tilápia (Oreochromis niloticus) em diferentes fotoperíodos.O experimento foi conduzido entre 02 de dezembro de 2016 a 02 de janeiro de 2017, no Biotério de Experimentação com Organismos Aquáticos, pertencente à Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UAST) da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Serra Talhada, Pernambuco. Os alevinos de tilápia apresentaram inicialmente peso, largura e comprimento iguais a 0,018 ± 0,0047g, 2,36±0,16 mm e 10,57±0,70 mm,respectivamente. Os animais foram alimentados seis vezes ao dia (08:00, 10:00; 12:00; 14:00; 16:00 e 18:00)com ração comercial (55% de proteína bruta) equivalente a2,5% da biomassados indivíduos. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado com quatro tratamentos representados pelas condições de luminosidade: 0L:24E, 12L:12E (CONTROLE), 18L:6E, 24L:0Ee quatro repetições, onde L (luz)e E(escuro). Foram considerados fatores abióticos: temperatura, condutividade, potencial Hidrogeniônico, potencial oxido redução, sólidos dissolvidos totais, oxigênio dissolvido e saturado. Por sua vez os fatores bióticos estavam relacionados aos parâmetros zootécnicos.Informações relativas à qualidade da água (temperatura, oxigênio dissolvido, potencial de óxido redução, condutividade e pH)foram obtidos diariamente nos períodos da manhã e da tarde. Adicionalmente, análises biométricas foram efetuadas ao longo do experimento para determinação do comprimento, largura e massa do animal. Estas informações foram utilizadas na quantificação doganho de massa, taxa de crescimento específico e da conversão alimentar aparente. O número final de indivíduos também foi contado para determinação da taxa de sobrevivência. Os dados foram submetidos à análise estatística descritiva e analise de variância,emprego da técnica de componentes principais e modelo de regressão múltipla para estimativa do ganho de peso dos alevinos. Foram observados valores de ganho de massa de 0,1028; 0,1219; 0,1512 e 0,1746 para os tratamentos de 0L:24E, 12L:12E, 18L:6E e 24L:0E respectivamente. O fotoperíodo influenciou no ganho de massa, sendo que exposição luminosa de18L:6E e 24L:0E promoverammelhoriasna taxa de sobrevivência e conversão alimentar aparente dos alevinos. O ganho de massa dos alevinos de tilápia foi afetado especialmente pelo oxigênio dissolvido e saturado, comprimento e fotoperíodo.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1334
Appears in Collections:TCC - Bacharelado em Engenharia de Pesca (UAST)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tcc_valkiriaalvesdesousa.pdf1,63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.