Please use this identifier to cite or link to this item: https://repository.ufrpe.br/handle/123456789/1299
Title: Escrevivência: escrita, identidade e o eu feminino negro em Ponciá Vicêncio de Conceição Evaristo
Authors: Bezerra, Simone Maria
metadata.dc.contributor.advisor: Almeida, Maria do Socorro Pereira de
metadata.dc.contributor.advisorLattes: http://lattes.cnpq.br/3185435491287172
Keywords: Escritoras negras;Negras na literatura;Negras
Issue Date: 2019
Citation: BEZERRA, Simone Maria. Escrevivência: escrita, identidade e o eu feminino negro em Ponciá Vicêncio de Conceição Evaristo. 2019. 83 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Letras) – Unidade Acadêmica de Serra Talhada, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Serra Talhada, 2019.
Abstract: This work has the goal to analyze how the construction of the black female self in the novel Ponciá Vicêncio, by Conceição Evaristo, through the concept of personal narrativeand identity. When the writer puts the black woman as the protagonist makes her voice and opportunity empowers, breaking the chains of subalternity that silence the woman and the black people over the centuries, giving them the right to self-represent. In order to reach the proposed objectives we will start from the reflections presented by some researchers of the subjects in question, for example Mirian Alves, Djamila Ribeiro, Stuart Hall, Ana Rita Santiago, Nei Lopes and others. The black woman in this book stops being represented and begins to self-represent, telling and recounting their stories through their own experiences, showing a vision from the inside out with respect to the fears, dreams and life of a protagonist and black woman. The "personal narrative" of Conceição Evaristo is impregnated with her status as a black woman in Brazilian society, that unfortunately is still a part misogynist and racist society. It is a bibliographical research and for elaboration, we draw a path with four chapters. The first seeks to know more about the writing of black writers in Brazil, the second brings a breviary about the writer's work in order to know more about her style and aesthetics. Then we discussed some questions about ancestry and identity as well as some perspectives of the black female self in this book.Throughout the study it was possible to perceive that Evaristo breaks the lenses imposed by those who speak of a gender or an ethnic group without experience or knowledge of cause and offers voice to black woman silenced for generations by the patriarchalism and the racial prejudice, so that she tells her own story and feelings through her personal narrative.
Description: Este trabalho tem como objetivo analisar como se dá a construção do eu feminino negro no romance Ponciá Vicêncio, de Conceição Evaristo, através do conceito de Escrevivência e de identidade. A autora, ao trazer como protagonista a mulher negra, a empodera de voz e vez, quebrando as correntes da subalternidade que silencia a mulher e o povo negro ao longo dos séculos, dando a eles o direito de se auto rrepresentar. Para atingir os objetivos propostos partiremos das reflexões apresentadas por alguns estudiosos dos temas em questão, a exemplo de Mirian Alves, Djamila Ribeiro, Stuart Hall, Ana Rita Santiago, Nei Lopes e entre outros. A mulher negra nessa obra deixa de ser representada e passa a se autorrepresentar, contando e recontando suas histórias através de suas próprias vivências, mostrando uma visão de dentro para fora no que diz respeito aos medos, sonhos e a vida de uma protagonista mulher e negra. A “escrevivência” de Conceição Evaristo é impregnada de sua condição de mulher negra na sociedade brasileira, que infelizmente ainda é uma sociedade em parte misógina e racista. Trata-se de uma pesquisa de cunho bibliográfico e para elaboração,traçamos um caminho com quatro capítulos. O primeiro busca conhecer melhor sobre a escrita de autoras negras no Brasil, o segundo traz um breviário sobre a obra da autora no intuito de saber mais sobre o estilo e a estética da mesma. Depois buscamos discutir algumas questões sobre ancestralidade e identidade bem como algumas perspectivas do eu feminino negro na obra.Ao longo do estudo foi possível perceber que Evaristo quebra as lentes impostas por quem fala de um gênero ou de uma etnia sem vivência ou conhecimento de causa e oferece voz a mulher negra silenciada há gerações pelo patriarcalismo e pelo preconceito racial, para que ela mesma conte sua própria história e sentimentos através de sua Escrevivência.
URI: https://repository.ufrpe.br/handle/123456789/1299
Appears in Collections:TCC - Licenciatura em Letras (UAST)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tcc_simonemariabezerra.pdf1,28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.