Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/1250
Título: Avaliação do potencial alelopático de chloroleucon foliosum (benth) g. p. lewis sobre a germinação e crescimento inicial de alface
Autor: Silva, Sara de Souza
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/0125367619888442
Orientador: Saraiva, Rogério de Aquino
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/6812072552819682
Palavras-chave: Germinação;Alface;Fisiologia vegetal
Data do documento: 2019
Citação: SILVA, Sara de Souza. Avaliação do potencial alelopático de chloroleucon foliosum (benth) g. p. lewis sobre a germinação e crescimento inicial de alface. 2019. 49 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Biológicas) – Unidade Acadêmica de Serra Talhada, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Serra Talhada, 2019.
Abstract: Chloroleucon foliolosum(Benth.) G. P. Lewis is a native tree from Caatinga commonly known as "arapiraca" and important to the timber industry and in folk medicine. However, there are few studies aimed at the possible impactscaused by the plant residues when those are released into the environment. Thus, this work aimed to evaluate the allelopathic effect of C. foliolosumleaf and stem ethanolic extracts (EFCF and ECCF, respectively) on germination and initial growthof lettuce (Lactuca sativaL.) seedlings. After collectionof the plant material, the ethanolic extracts were prepared from 50% ethanol. The qualitative phytochemical characterization of EFCF and ECCF was performed according to the methodology of Matos (1997). Thegermination assay was performed in microenvironments consisting of previously sterilized Petri dishes containing filter paper as substrate, containing lettuce seeds. The extracts were tested in concentrations of 1 mg/L, 10 mg/L, 100 mg/L, 1000 mg/L and 10,000 mg/L, as well asthecontrolgroup (distilled water), performed inquadruplicate. After 7 days of germination, was performedthe radicles and aerial parts morphometry, and the calculation of the rate of germination (IVG). The means were submitted to one-way ANOVA followed by the Tukey test and the differences between the treatments were considered significant for the P value <0.05. For both extracts, concentrations equal to or greater than 100 mg/L of EFCF were able to negatively affect lettuce growth,according to the length of radicle and shoot and IVG when compared to control. In phytochemical prospecting, both extracts have alkaloids and tannins; saponins, anthraquinone and catechins in ECCF, and flavonoids and phenolic compounds in EFCF. Therefore,the compounds contained in the extracts can generate different responses, so that the literature indicates that certain alkaloids and some phenolic compounds may be cytotoxic, having their effect enhanced by the presence of saponins and tannins, which mayassociate with the cell wall and facilitate the entryof allelochemicals. Considering the importance of the development of new technologies for the use of Caatinga plants, the study withextracts of C. foliolosumshow high toxicity in the concentrations tested (except 1 mg/L of ECCF), so that the,increase in theconcentrationpotentializedthe effect.
Resumo: Chloroleucon foliolosum (Benth.) G. P. Lewis é uma árvore nativa da Caatinga conhecida vulgarmente como “arapiraca” e apresenta importância na indústria madeireira e na medicina popular. Entretanto, há uma escassez de estudos voltados aos possíveis impactos causados pelos resíduos vegetais desta planta quando liberados no ambiente. Sendo assim, o objetivo do trabalho foi avaliar o efeito alelopático dos extratos etanólicos de folha e caule de C. foliolosum (EFCF e ECCF, respectivamente)sobre a germinação e o crescimento inicial de plântulas de alface (Lactuca sativaL.). Após coleta do material vegetal, foram preparados os extratos etanólicos a partir de etanol 50%. A caracterização fitoquímica qualitativa do EFCF e ECCF foi executada de acordo com a metodologia de Matos (1997). O ensaio de germinação foi realizado em micro ambientes consistidos de placas de Petri previamente esterilizadas contendo papel filtro como substrato,contendo sementes de alface. Foram testados os extratos nas concentraçõesde1 mg/L, 10 mg/L, 100 mg/L, 1.000 mg/L e 10.000 mg/L, além de um controle(água destilada),realizados em quadruplicata.Após 7 dias de germinação, realizou-se a morfometriada radícula e parte aérea, e cálculo do índice de velocidade de germinação (IVG). As médias foram submetidas à ANOVA de uma via seguida do teste de Tukey e as diferenças entre os tratamentos foram consideradas significativas para o valor de P < 0,05.Para ambos os extratos, concentrações iguais ou superiores a 100 mg/L do EFCF foram capazes de afetar negativamente o crescimento da alface, de acordo com o comprimento da radícula e da parte aérea e do IVG quando comparado com o controle. Na prospecção fitoquímica,ambos os extratos possuem alcaloides e taninos; ECCF:saponinas, antraquinona ecatequinas, eflavonoides e compostos fenólicos no EFCF. Portanto, os compostos contidos nos extratos podem gerar diferentes respostas, de forma que a literatura aponta que determinados alcaloides e alguns compostos fenólicos podem sercito tóxicos, tendo seu efeito potencializado com a presença d~ ́ç=e saponinas e taninos, que podem se associar a parede celular e facilitar a entrada dos aleloquímicos.Tendo em vista a importância do crescimento de novas tecnologias para o uso de plantas da Caatinga,o estudo com osextratos de C. foliolos um revelou alta toxicidade nas concentrações testadas (exceto 1 mg/L do ECCF), de modo que, o aumento nas concentrações potencializou estes efeitos.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1250
Aparece nas coleções:(UASTBCB) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_saradesouzasilva.pdf1,55 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.