Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/1246
Título: Dilatação traqueal em três espécies de abelhas: Trigona spinipes, Scaptotrigona sp. e Apis mellifera
Autor: Santos, Érika Millena da Silva
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/3090807086261837
Orientador: Melo, Hélio Fernandes de
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/6890648212766368
Palavras-chave: Abelhas;Traquéia;Oxigênio
Data do documento: 2018
Citação: SANTOS, Érika Millena da Silva. Dilatação traqueal em três espécies de abelhas: Trigona spinipes, Scaptotrigona sp. e Apis mellifera. 2018. 33 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Biológicas) – Unidade Acadêmica de Serra Talhada, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Serra Talhada, 2018.
Abstract: During Earth's history, the oxygen concentration in the atmosphere oscillated to such an extent that the insect group began to morphologically adapt to the new oxygen concentrations over time. Thus, the most adequate mechanism for the breathing process by this group is the tracheal system, which is composed of a network of internal tubes connected to orifices that connect with the external environment, in order to capture the oxygen present in the atmosphere. Oxygen will be consumed to a greater or lesser amount bythe insects, depending on the intensity of their metabolicactivities. Among the most active insects are bees that constantly need a large intake of oxygen in order to meet their biological needs. The objective of this study was to evaluate the species of bees (Trigona spinipes, Scaptotrigona sp.and Apis mellifera) regarding their tracheal dilatation, comparing them to each other. The bees were captured through active collection, with a total of 150 individuals, 50 individuals of each species. The area of the collection was the surroundings of the Rural Federal University of Pernambuco, Campus Serra Talhada. Subsequently, the individuals were weighed on an analytical scale to obtain the initial mass value of each one. They were then placed in a 60-ml syringe with a valve attached and submerged in a solution containing 1% Triton X-100, in which movements of back and forth was performed in the syringe plunger, so that the liquid could enter in the animal's body and fill its entire tracheal system. The insects were weighed again to obtain the final mass. By weighing the individuals before and after being emerged in the solution, the tracheal dilatation (%) was obtained. Finally, it was observed that the native bees had a greater tracheal dilation compared to ape mellifera, and that this result could be related to a lower respiratory rate in the Meliponini species.
Resumo: Durante a história da Terra, a concentração de oxigênio na atmosfera oscilou de tal forma, que o grupo dos insetos começoua se adaptarmorfofisiologicamente asnovas concentraçõesde oxigênio ao longodo tempo. Sendo assim, o mecanismo mais adequadopara o processo de respiração aéreapor este grupo éo sistema traqueal, o qual é composto por uma rede de tubos internosligados a orifíciosque se conectam com o meio externo, a fim de captar o oxigênio presente na atmosfera. O oxigênio será consumido em maior ou menor quantidade pelos insetos conforme a intensidadede suas atividadesmetabólica. Dentre os insetos maisativos estão àsabelhasque precisam constantemente de uma grande tomada de oxigênio, a fim de atender as suas necessidades biológicas. Diante disso,objetivou-se avaliar asespécies de abelhas(Trigona spinipes, Scaptotrigona sp,eApis mellifera)quanto a sua dilatação traqueal, comparando-as entre si. As abelhas foram capturadas por meio da coleta ativa, com um total de 150 indivíduos, sendo 50 indivíduos de cada espécie, no entorno da Unidade Acadêmica de Serra Talhada, no município de Serra Talhada - Pernambuco. Logo após, os indivíduos foram pesados em uma balança analítica para obtenção do valor da massa inicial de cada um. Em seguida, os mesmos foram colocados em uma seringa de 60 ml com uma válvula anexada e submergidos a uma solução contendo Triton X-100 a 1%, no qual ocorreram movimentos de vai e vem no êmbolo da seringa, para que o líquido pudesse entrar no corpo do animal e preencher todo o seu sistema traqueal. Os insetos foram pesados novamente para a obtenção da massa final. Pesando os indivíduos antes e depois de serem emersos na solução, obteve-se então a dilatação traqueal (%). Por fim, diante dos resultados foi observado que as abelhas nativas possuem dilatação traqueal maior frente às Apis melliferas,e que tal resultado poderia estar relacionado a uma menor frequência respiratória nas espécies Meliponini.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1246
Aparece nas coleções:(UASTBCB) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_erikamillenadasilvasantos.pdf780,05 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.