Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/1121
Título: Percepções sobre a educação ambiental e sua inserção no currículo escolar
Autor: Pereira, Maria Elizabete Alves
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/3922122165023084
Orientador: Guilherme, Betânia Cristina
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/3131730022364100
Palavras-chave: Escolas;Educação ambiental;Meio ambiente
Data do documento: 2019
Citação: PEREIRA, Maria Elizabete Alves. Percepções sobre a educação ambiental e sua inserção no currículo escolar. 2019. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Ciências Biológicas) - Departamento de Biologia, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2019.
Abstract: The ecological movements that occurred in the 60s and 70s in Europe and the United States were important discussions for society to understand how we are degrading the environment, due to the capitalist system through the high industrial production and the use of natural resources to satiate our consumption power. In this way, the Environmental Education began to integrate the components of the curriculum at all levels of education in an interdisciplinary way. In order for this theme to be worked on in school, the school curriculum must include the cross-sectional theme indicated in the National Curriculum Parameters to be developed during the school year. The objective of the present study was to analyze the Environmental Education practices developed by elementary school teachers of the final years, about the perspective of how social and environmental issues are present in our society.However, it was possible to perceive that the problems of the community are esplanades in the classroom, but the Environmental Education still happens in a discreet way, without its environmentalization in the curriculum. And so, inclusions of actions applied in the school would be important so that the practice of Environmental Education can be continuous and interdisciplinary.
Resumo: Os movimentos ecológicos que ocorreram nas décadas 60 e 70 na Europa e EUA foram discussões importantes para sociedade entender como estamos degradando o meio ambiente, isso devido ao sistema capitalista, através da alta produção industrial, além da utilização dos recursos naturais para saciar nosso poder de consumo. Dessa forma, a Educação Ambiental passou a integrar os componentes dos currículos em todos os níveis de educação de forma interdisciplinar. Para que esse tema seja trabalhado na escola, o currículo escolar precisa incluir o tema transversal meio ambiente indicado nos Parâmetros Curriculares Nacionais para serem desenvolvidos durante o ano letivo. O objetivo do presente trabalho foi analisar as práticas de Educação Ambiental desenvolvidas pelos professores do ensino fundamental dos anos finais, sobre a perspectiva de como as questões socioambientais estão presentes em nossa sociedade. A pesquisa ocorreu em uma escola estadual da cidade do Recife, através de análise documental do Projeto Político Pedagógico, entrevistas com professores e estudantes, analisando suas percepções. Contudo, foi possível perceber que os problemas da comunidade são explanados na sala de aula, mas a Educação Ambiental ainda acontece de forma discreta, sem sua ambientalização no currículo. E assim, inclusões de ações aplicadas na escola seriam importantes para que a prática de Educação Ambiental possa ser continua e interdisciplinar.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1121
Aparece nas coleções:(CDILCB) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_mariaelizabetealvespereira.pdf857,38 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.