Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/1000
Título: Comunidade Quilombola Onze Negras: identidade e reconhecimento em questão
Autor: Silva, Jairo Hely
Endereco Lattes do autor: http://lattes.cnpq.br/2547694049874830
Orientador: Barros, Marcos André de
Endereco Lattes do orientador : http://lattes.cnpq.br/3743403239578149
Palavras-chave: Quilombolas;Comunidades de escravos fugitivos;Negros - Identidade racial;Negros – Identidade étnica
Data do documento: 2017
Citação: SILVA, Jairo Hely. Comunidade Quilombola Onze Negras: identidade e reconhecimento em questão. 2017. 102 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Sociais) - Departamento de Ciências Sociais, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2017.
Abstract: The recognition of quilombolas communities is a very important problem for the Social Sciences. In the last periods, studies that analyze the nuances of this problem, address the issues inherent to it, as well as the implications that are present in the long paths taken by the quilombola communities, which aim at their struggle for recognition, in a social process that also materializes in the Legal plan. However, this recognition of quilombola communities can only be achieved, of course, through uninterrupted conflicts. In this sense, we intuit that the dialogical reality that involves the recognition of a certain quilombola community can be understood from the analysis of the contexts of a struggle for recognition, which is undertaken by each community, in a complex relation of historical construction of its Identity, mediated By interaction with the social whole. In order to understand how the factors that imply the construction of the identity of the quilombola communities and that operate from their recognition, the present work seeks, in a case study, to analyze the issues of this important social process. The research presented here was carried out in the community Quilombola Onze Negras, located in the municipality of Cabo de Santo Agostinho, metropolitan region of Recife, capital of the state of Pernambuco. With participant observation sessions and semistructured interviews; Dialoging with the theories of identity and the historical analysis of the quilombola question in Brazil; Using the approaches of the theory of recognition, we intend to contribute to the discussion about the recognition and construction of the quilombola identity, in approximation with the reality of this community, contributing to the debate that involves the themes of recognition and identity of quilombola communities.
Resumo: O reconhecimento de comunidades quilombolas é um problema de incomensurável relevância para as ciências sociais. Nos últimos períodos, estudos que analisam os nuances deste problema, abordam as questões a ele inerentes, bem como as implicações que estão presentes nos longos caminhos percorridos pelas comunidades quilombolas, que objetivam a sua luta por reconhecimento, num processo social que se materializa também no plano legal. Contudo, este reconhecimento de comunidades quilombolas só pode ser alcançado, evidentemente, a partir de um ininterrupto conflito. Nesse sentido, intuímos que a realidade dialógica que envolve o reconhecimento de certa comunidade quilombola, pode ser compreendida a partir da análise dos contextos de uma luta por reconhecimento que é travada por cada comunidade, numa complexa relação de construção histórica da sua identidade, mediada a partir da interação com o todo social. A fim de entender como se dão os fatores que implicam na construção da identidade das comunidades quilombolas e que operam a partir do seu reconhecimento, o presente trabalho busca, num estudo de caso etnográfico, analisar as questões deste importante processo social. A pesquisa aqui exposta foi realizada junto à Comunidade Quilombola Onze Negras, localizada no município do Cabo de Santo Agostinho, região metropolitana do Recife, capital do estado de Pernambuco. Com a realização de sessões de observação participante e entrevista semi-estruturada; dialogando com as teorias da identidade e com a análise histórica da questão quilombola no Brasil e; utilizando-se das abordagens da teoria do reconhecimento, pretendemos contribuir para a discussão sobre o reconhecimento e a construção da identidade quilombola, numa aproximação com a realidade daquela comunidade, contribuindo para o debate que envolve as temáticas do reconhecimento e da identidade das comunidades quilombolas.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1000
Aparece nas coleções:(CDIBCS) Trabalho de conclusão de curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tcc_jairohelysilva.pdf1,34 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.