Please use this identifier to cite or link to this item: https://repository.ufrpe.br/handle/123456789/2507
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSaraiva, Rogério de Aquino-
dc.contributor.authorPádua, Lisandra Celeste da Silva-
dc.date.accessioned2020-11-17T20:44:56Z-
dc.date.available2020-11-17T20:44:56Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.citationPÁDUA, Lisandra Celeste da Silva. Avaliação da germinação e do crescimento inicial de plântulas de Lactuca sativa L. expostas ao cloreto de alumínio em microambiente. 2019. 45 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Biológicas) – Unidade Acadêmica de Serra Talhada, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Serra Talhada, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repository.ufrpe.br/handle/123456789/2507-
dc.descriptionO alumínio quando em baixas concentrações no solo pode promover o crescimento ou até mesmo outros benefícios às plantas. Porem, em solos ácidos (pH<5) este metal pode causar efeitos fitotóxicos para as plantas, tornando-se um dos fatores limitantes ao seu crescimento. O presente estudo teve como objetivo avaliar a fitotoxicidade do cloreto de alumínio (AlCl3) sobre a germinação e desenvolvimento inicial de Lactuca sativa L. Para isso preparou-se soluções aquosa de AlCl3 nas concentrações de 0 mg.L-1, 5 mg.L-1,10 mg.L-1, 50 mg.L-1 e 100 mg.L-1. Seguido da aplicação de 3 mL de cada solução em placas de Petri contendo 25 sementes de alface cada, germinadas em câmara B.O.D (Biochemical Oxigen Demand) com duração de sete dias. Os parâmetros utilizados para avaliação da fitotoxicidade do Al foram: comprimento da radícula, hipocótilo e total, diâmetro radicular, NSG/dia, IVG, vigor, IT teores de clorofilas e carotenoides e parâmetros físico-químicos. Constatando-se os efeitos fitotóxicos do alumínio demonstrados pela redução no tamanho da radícula, do hipocótilo, do comprimento total e aumento do diâmetro radicular das plântulas que receberam os tratamentos com o alumínio, as plântulas que receberam o tratamento com a concentração mais alta demostraram ser menos tolerantes ao alumínio, no entanto a germinação, o IVG, vigor e os teores de clorofilas e carotenoides não foram afetados negativamente pelo alumínio. Com isso conclui-se que o alumínio apesar de ter causado danos nas raízes não foi suficiente para inibir o desenvolvimento inicial das plântulas de alface.pt_BR
dc.description.abstractAluminum when in low soil concentrations can promote growth or even other benefits to plants. However, in acidic soils (pH <5) this metal can cause phytotoxic effects on plants, becoming one of the limiting factors for their growth. The present study aimed to evaluate the phytotoxicity of aluminum chloride (AlCl3) on the germination and initial development of Lactuca sativa L. For this purpose, aqueous solutions of AlCl3 were prepared at concentrations of 0 mg.L-1, 5 mg.L-1,10 mg.L-1, 50 mg.L-1 and 100 mg.L-1. Followed by the application of 3 mL of each solution in Petri dishes containing 25 lettuce seeds each, germinated in a B.O.D (Biochemical Oxigen Demand) chamber lasting seven days. The parameters used to evaluate Al phytotoxicity were: root length, hypocotyl and total, root diameter, NSG / day, IVG, vigor, IT chlorophyll and carotenoid contents and physicochemical parameters. Considering the phytotoxic effects of aluminum demonstrated by the reduction in root size, hypocotyl, total length and increase of root diameter of the seedlings that received the aluminum treatments, the seedlings that received the treatment with the highest concentration showed to be less tolerant to aluminum, however germination, IVG, vigor and chlorophyll and carotenoid contents were not negatively affected by aluminum. Thus it can be concluded that aluminum, despite causing root damage, was not sufficient to inhibit the initial development of lettuce seedlings.pt_BR
dc.format.extent45 f.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.rightsAtribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional (CC BY-NC-SA 4.0)pt_BR
dc.rightshttps://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/deed.pt_BRpt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectAlumíniopt_BR
dc.subjectAlfacept_BR
dc.subjectGerminaçãopt_BR
dc.titleAvaliação da germinação e do crescimento inicial de plântulas de Lactuca sativa L. expostas ao cloreto de alumínio em microambientept_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1077354209259707pt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/6812072552819682pt_BR
dc.degree.levelGraduacaopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.degree.localSerra Talhadapt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal Rural de Pernambucopt_BR
dc.degree.graduationBacharelado em Ciências Biológicaspt_BR
dc.degree.departamentUnidade Acadêmica de Serra Talhadapt_BR
Appears in Collections:TCC - Bacharelado em Ciências Biológicas (UAST)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tcc_lisandracelestedasilvapadua.pdf1,11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.